Tel Aviv lança projeto de recarga de ônibus elétrico pelo asfalto

O município de Tel Aviv-Jaffa lança um projeto-piloto com tecnologia futurista israelense que elimina a necessidade de estações de recarga, fornecendo energia aos ônibus por baixo da pista à medida que eles trafegam.

A prefeitura da cidade anunciou que está a caminho de se tornar a primeira cidade do mundo a implantar vias inteligentes que podem carregar veículos elétricos enquanto eles trafegam, com um projeto piloto que visa testar um sistema de transporte público elétrico.

O projeto piloto em Tel Aviv, que começará em alguns meses, terá um trecho de recarga de 600 metros construído sob a rota de ônibus de dois quilômetros entre a estação ferroviária da Universidade de Tel Aviv e o Terminal Klatzkin em Ramat Aviv. O veículo a ser carregado será um ônibus elétrico com bateria especial.

A tecnologia é da empresa israelense, ElectReon, com sede na cidade de Beit Yannai.

LEIA TAMBÉM

Se o projeto-piloto de Tel Aviv for bem-sucedido, mais ruas serão equipadas com a tecnologia, tornando Tel Aviv-Jaffa a primeira cidade do mundo a implantar amplamente esse meio de transporte. O município disse que pretende estudar a possibilidade de agregar outros meios de locomoção às vias elétricas, como caminhões de distribuição e veículos particulares e autônomos.

Para reduzir a poluição do ar, a rua elétrica elimina a necessidade de postos de recarga. De acordo com o site ElectReon, um sistema de bobinas de cobre é colocado sob o asfalto para transferir energia da rede elétrica para a rua e gerenciar a comunicação com os veículos que se aproximam. Os receptores são instalados no chão dos veículos para transmitir energia diretamente ao motor e à bateria enquanto os veículos estão em movimento.

O sistema permite que as baterias dos ônibus elétricos sejam menores, liberando mais espaço para os passageiros, aproveitando as vias existentes e economizando tempo, pois os veículos não precisam parar para carregar.

“A construção de vias elétricas em Tel Aviv-Jaffa terá um grande impacto”, disse um comunicado municipal, “desde a melhoria da qualidade do ar para o benefício dos residentes e visitantes até a introdução de uma solução de transporte avançada para o mundo que coloca o Estado de Israel como líder mundial neste setor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *