Templo multirreligioso na capital alemã

A capital alemã, Berlim, dá início aos preparativos para a construção de um templo multirreligioso que deverá unir cristãos, judeus e muçulmanos.

Por mais de dez anos, a ideia de um templo multirreligioso para as três religiões monoteístas – Judaísmo, Cristianismo e Islamismo – foi planejada, discutida e anunciada em Berlim. Depois de alguns adiamentos, mais recentemente devido à pandemia de covid-19, o projeto no coração da velha Berlim será enfim concretizado: em janeiro de 2021, será dado início à construção do templo, anunciou o diretor administrativo da House of One (Casa de Um Só), Roland Stolte.

O anúncio foi feito na primeira reunião do conselho de curadores da fundação, que é chefiada pelo prefeito berlinense Michael Müller. Entre os 20 membros, estão representantes proeminentes das três religiões, além de representantes de destaque da paisagem cultural de Berlim, como o diretor geral do Fórum Humboldt, a diretora do Museu Judaico e o presidente da Fundação do Patrimônio Cultural da Prússia.

Para a capital alemã, onde não há pontos de contato entre religião e cultura, trata-se de algo notável. O prefeito de Berlim se mostrou “muito entusiasmado com a ideia” do projeto multirreligioso. “Onde, senão aqui?”, disse Müller.

LEIA TAMBÉM

O projeto, que é único no mundo em tal formato, encontrou seu espaço no coração da cidade. Por anos, quem passava pela Avenida Leipziger Strasse, com suas seis faixas ligando as praças Alexanderplatz e Potsdamer Platz, via apenas um terreno baldio. Foi neste local, situado no centro da antiga Berlim, que esteve por mais de 700 anos a histórica Igreja de São Pedro.

Sobre os restos arqueológicos da Igreja de São Pedro, deverá ser erguida em cinco anos uma casa comum para cristãos, judeus e muçulmanos, que abrigará uma igreja, uma sinagoga e uma mesquita. O edifício será constituído por três ambientes ao redor de uma sala central e deverá se erguer por 40 metros rumo ao céu, tornando-se assim um símbolo de união.

Os idealizadores do projeto esperam que, assim que as obras estiverem em andamento, aumente o interesse pela cidade e surjam novas conexões internacionais. A pedra fundamental do novo prédio deverá ser oficialmente colocada sobre as antigas ruínas no final de maio de 2021.

One thought on “Templo multirreligioso na capital alemã

  • 20 de novembro de 2020 em 09:32
    Permalink

    Mais uma iniciativa destes reformistas que denigrem o Judaismo!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *