Terrorista da Jihad morto em confronto com FDI

Um tiroteio irrompeu em Jenin entre soldados das FDI e homens armados palestinos quando as forças israelenses entraram na cidade para prender um membro sênior da Jihad Islâmica Palestina, informou a mídia israelense.

Um terrorista da Jihad Islâmica, Farouk Salama, de 28 anos, teria sido morto na troca de tiros, segundo a mídia palestina. O Ministério da Saúde palestino relatou outros três feridos.

Salama, um ex-prisioneiro, também era afiliado à Brigada Jenin, de acordo com a Ynet. O canal 14 informou que Salama tinha seu casamento marcado para o sábado.

Durante a noite, as forças de segurança israelenses realizaram outras operações em toda a Judeia e Samaria como parte da Operação Break the Wave (Quebrando a Onda), prendendo 14 suspeitos procurados.

Na vila de Beit Duqqu, tumultos violentos eclodiram e Daoud Khalil Rayyan, de 42 anos, foi baleado no peito por tropas depois que ele jogou um coquetel molotov em direção à força.

LEIA TAMBÉM

O agressor foi identificado como um parente de Habes Rayyan, de 54 anos, que foi morto por um oficial das FDI na quarta-feira quando ele atropelou o soldado com seu carro e depois tentou acertá-lo com um machado.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: FDI