Teste sorológico para 1,5 milhão de alunos

O Comando da Frente Interna (Pikud HaOref) se prepara para uma das maiores operações de sua história, na qual serão testados 1,5 milhão de alunos.

Na próxima semana, cerca de 1.700 equipes do Comando da Frente Interna se juntarão a prefeituras na operação em grande escala para mapear os recuperados de corona com idades entre 3 e 12 anos. O objetivo é localizar aqueles que contraíram o vírus e não desenvolveram sintomas de doença.

Um teste sorológico permite detectar anticorpos contra o vírus corona e, assim, saber com alta probabilidade se a pessoa foi exposta ao vírus e se recuperou. O teste sorológico não se destina a detectar pacientes ativos, mas sim aqueles que têm um nível suficientemente alto de anticorpos no sangue.

O comandante do quartel-general do Comando da Frente Interna será o Brigadeiro-General Israel (Reli) Margalit. Segundo o Comandante esta é uma operação enorme e inclui alguns desafios e é provável que problemas pontuais aconteçam, para os quais o Comando da Frente Interna terá uma resposta rápida.

A duração da operação foi definida em duas semanas, devido à mão-de-obra, contratação de reservistas e outros detalhes operacionais. O Comando da Frente Interna se prepara para estender a operação, se necessário, também por meio de contratos com empresas civis.

LEIA TAMBÉM

A operação, em que amostras de uma gota de sangue serão retiradas dos dedos das cerca de 1,5 milhão de crianças, com o  objetivo de aumentar o número de crianças que ficarão isentas de quarentena com um Passaporte Verde.

Em cada uma das 257 autoridades locais em Israel, serão formadas equipes de coleta. Cada uma dessas equipes terá um comandante, um médico e um registrador. O teste é muito simples e os resultados serão enviados aos pais em 15 minutos. Os exames são destinados a crianças de 3 a 12 anos – já que estas não podem ser vacinadas – e com a devida autorização dos pais.

O horário da operação será decidido por cada prefeitura e o Comando da Frente Interna se ajustará ao horário estipulado.

Os complexos de testes funcionarão à tarde e à noite em todo o país a partir de 22 de agosto. A localização dos complexos de teste e o horário de funcionamento serão divulgados no portal nacional de emergências, próximo à data de abertura da operação.

A autoridade local também poderá fornecer as informações sobre a localização dos complexos de teste e o horário de funcionamento.

O resultado será encaminhado ao Ministério da Saúde e, de lá, por meio de mensagem de texto para o celular. Ele também será inserido no aplicativo do Ministério da Saúde e aparecerá no arquivo pessoal do Plano de Saúde.

Fontes: Mako e Ynet
Foto: Yonatan Sindel (Flash90)