Travessias para Israel fechadas até a noite de sábado

As FDI anunciaram na quarta-feira à noite que vão impor um fechamento neste fim de semana nas passagens de Israel com a Autoridade Palestina, na Judeia e Samaria, e com Gaza.

O fechamento começa nesta quinta-feira, às 17h, e permanecerá em vigor até sábado, 23 de abril, em hora ainda a ser determinada.

Os fiéis palestinos ainda poderão entrar em Israel para as orações do Ramadã de sexta-feira em Jerusalém, sujeito às restrições existentes.

As passagens de fronteira para palestinos devem reabrir “sujeitas a uma avaliação situacional e de acordo com o horário normal de funcionamento”, disseram as FDI.

Exceções serão feitas para casos humanitários e outros casos pendentes, mas exigirão a aprovação do órgão de contato com os palestinos, o Coordenador de Atividades Governamentais nos Territórios – COGAT.

Tais fechamentos são uma prática padrão durante as festas e feriados judaicos. Os militares dizem que são uma medida preventiva contra ataques em períodos de maior tensão.

Um fechamento foi imposto durante o primeiro dia de Pessach, mas não foi estendido por todo o feriado. Durante o feriado de Purim, em março, os militares ignoraram o fechamento pela primeira vez em cinco anos.

LEIA TAMBÉM

Recentemente, as forças de segurança aumentaram as operações quando 14 pessoas foram mortas em uma série de ataques terroristas realizados por árabes israelenses e palestinos.

As tropas vêm realizando extensas incursões na região da Samaria e Judeia em resposta aos ataques, com pelo menos 17 palestinos mortos em confrontos com as forças israelenses.

A participação nas orações de sexta-feira na Mesquita de Al-Aqsa é limitada a mulheres, crianças e homens com mais de 50 anos, conforme ordens do Ministério da Defesa emitidas no início deste mês.

O Monte do Templo, que abriga a mesquita e é o terceiro local mais sagrado do Islã e o mais sagrado do judaísmo, é um foco frequente de tensões entre israelenses e palestinos, como foi na quarta-feira e na semana passada.

Agitação semelhante na época do Ramadã em maio passado levou o Hamas a disparar foguetes em direção a Jerusalém, preparando o terreno para 11 dias de combate entre Israel e o grupo terrorista que também provocou violência generalizada em cidades mistas.

As tensões deste ano já provocaram agitação no sul, com um foguete disparado de Gaza na noite de segunda-feira e interceptado pelo sistema de defesa aérea Iron Dome, o primeiro lançamento da faixa em quatro meses. Israel atingiu alvos do Hamas em Gaza horas depois em resposta.

Fonte: The Times of Israel
Foto (ilustrativa) EsclaCC BY-SA 3.0 (Wikimedia Commons). Passagem da fronteira nas Colinas do Golan

One thought on “Travessias para Israel fechadas até a noite de sábado

Fechado para comentários.