Vacinas: efeitos colaterais e diminuição da morbidade

De acordo com dados da comissão de acompanhamento da campanha de vacinação “Voltando à Vida” do Ministério da Saúde, houve uma queda nítida da morbidade no grupo vacinado. Os dados mostram que depois de 14 dias, 6,4% testaram positivo para Corona, e depois de 15 dias, o percentual verificado caiu para 3,8%.

Assim, os dados mostram uma diminuição no número de pacientes somente depois de 15 dias – e que a primeira dose não é suficiente. Os dados também mostram que as mulheres foram mais vacinadas do que os homens em uma pequena porcentagem e relataram efeitos colaterais em uma porcentagem maior do que nos homens.

Entre os efeitos colaterais relatados: fraqueza em 113 vacinados, dor de cabeça relatada em 97 vacinados, tontura – 83, febre – 41, dor muscular – 25, náusea devido à vacina – 20 pessoas, calafrios – 18, dor nas articulações – 18, dor abdominal – 18, diarreia – 7, erupção cutânea não alérgica – 7, vômitos – 7, desmaios – 5, pulso rápido – 5, linfonodos aumentados – 4, onda de calor – 4 e falta de apetite – 4.

Dor e sintomas no local da injeção foram relatados por 385 vacinados. Dor – 236, vermelhidão e inchaço – 71, restrição de movimento devido à vacina – 51, descoloração local – 7, contato subcutâneo – 5, aumento dos gânglios linfáticos – 5, erupção cutânea – 5 e inflamação local – 1.

LEIA TAMBÉM

Também foram relatados sintomas neurológicos em 101 pessoas e convulsões em 5 pessoas.

Os vacinados com idades entre 40 e 60 relataram a maioria dos efeitos colaterais, seguidos por aqueles na faixa dos 20 aos 40 anos. Quinze pessoas vacinadas foram hospitalizadas após os efeitos colaterais das vacinas, e foi descoberto que a maioria das hospitalizações foi devida a uma doença preexistente.

Os dados foram publicados no contexto da expansão da campanha de vacinação “Retornando à Vida”. Ontem 39.678 pessoas foram vacinadas, e até agora 1,9 milhão de israelenses já foram vacinados. Dados do Ministério da Saúde mostram que 73% dos cidadãos com mais de 60 anos já receberam a vacina e 58% das vacinas foram aplicadas a pessoas com 60 anos ou mais.

Fonte: Walla

One thought on “Vacinas: efeitos colaterais e diminuição da morbidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *