“Voltem ao trabalho, depois a disputa vai ser grande”

Milhares de estabelecimentos comerciais abriram esta semana, devido ao relaxamento das restrições impostas pela  pandemia, mas os proprietários, principalmente de bares e restaurantes, estão tendo dificuldades de recrutar funcionários.

Segundo eles, os trabalhadores preferem ficar em casa recebendo o  חל”ת “Chalat”, uma ajuda do governo para os funcionários que foram colocados em férias sem remuneração, ao invés de voltar ao trabalho.

Moshe Yifrach, vice-presidente no Serviço de Empregos do Ministério do Trabalho, disse que “é hora de rever este modelo de concessão de benefícios”.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, mais de 350.000 israelenses continuam a receber o seguro-desemprego a que tem direito por lei até junho próximo e, por isso, preferem não retornar ao mercado de trabalho.

LEIA TAMBÉM

Yifrach estima que em junho, quando terminar o benefício, haverá uma grande competição por todas as vagas do mercado.

“Provavelmente haverá muitos candidatos para cada vaga”, disse Yifrach, “por isso apelamos aos desempregados, que estão tentando aproveitar este tempo de desemprego, para que retornem ao trabalho o mais rápido possível, porque depois a disputa vai ser grande.”

Fonte: Mako

Foto: Marcia Sasson

One thought on ““Voltem ao trabalho, depois a disputa vai ser grande”

Fechado para comentários.