Abolida quarentena em hotéis corona

A partir de meia-noite deste domingo, todas as pessoas que estavam de quarentena nos hotéis Corona em Jerusalém e Tel Aviv foram liberadas para isolamento em casa.

O governo aprovou na noite de sábado, em votação por telefone, uma série de diretrizes para flexibilização das medidas adotadas no combate ao Corona, incluindo a abolição da obrigação de isolamento em hotéis para repatriados do exterior.

As pessoas que deixaram os hotéis assinaram um formulário comprometendo-se a continuar o isolamento em suas casas conforme necessário. Entre outras coisas, a declaração diz: “Comprometo-me a continuar a completar o período de isolamento, a não usar transporte público para chegar ao local de isolamento e sei que durante todo o período de isolamento, a polícia israelense irá monitorar de perto e que uma violação resultará em uma multa de NIS 5.000 e pode levar à prisão”.

A brasileira Dora Lewkowicz, há 3 meses tentando voltar do Brasil, foi uma das que pessoas que foram liberadas do hotel. Dora recebeu a informação de que poderia sair do hotel à meia-noite, mas optou por ficar até hoje de manhã, para que sua filha, que iria buscá-la não precisasse sair de Tel Aviv de madrugada.

LEIA TAMBÉM

Depois de quase 3 meses no Brasil, voos cancelados e informações desencontradas, Dora chegou a Israel e foi conduzida a um hotel corona.  “Cheguei no hotel e fui bem atendida na recepção e rapidamente recebi o cartão para quarto. No quarto do hotel tinha toalhas, sabonete, papel higiênico, cafeteira, café, chá, caixa de leite e televisão. Pedi uma pasta de dente e disseram que não tinham no hotel, que me custaria 60 shekels incluindo a entrega. Ri e falei que era coisa de louco, me deram a opção de pedir alguém da família, respondi que não era certo fazer uma pessoa se deslocar de Natania ou Tel Aviv por esse motivo. Depois de muita conversa e estresse me permitiram pegar um pouquinho com uma colega brasileira que estava hospedada no mesmo andar. A tarde ouvimos rumores que seríamos liberados na segunda, a partir de meia-noite, e no início da noite falaram no microfone que seríamos liberados a meia-noite de domingo. Teríamos que preencher um formulário do Ministério da Saúde e devolver na recepção. No formulário também preenchemos como sairíamos do hotel: por conta própria, de ônibus fretado até o Aeroporto Ben Gurion ou se ficaríamos no hotel por falta de lugar para fazer o resto do bidud”, conta Dora.

O governo também decidiu ontem à noite que agora será possível que pessoas vacinadas e em recuperação deixem o país sem a aprovação do Comitê de Exceções. No entanto, os cidadãos que não foram vacinados ou não se recuperaram terão que solicitar ao comitê para deixar o país.

Até as eleições de 23 de março, os israelenses poderão retornar a Israel a partir de sete cidades: Nova York, Frankfurt, Londres, Paris, Kiev, Toronto e Hong Kong.

Cidadãos israelenses e residentes permanentes não terão que solicitar permissão ao comitê de exceções, exceto no caso de travessias por terra.

O número de pessoas admitidas no país aumentado gradualmente até o limite de 3.000 pessoas por dia.

One thought on “Abolida quarentena em hotéis corona

Fechado para comentários.