Anti-vaxxers protestam em frente à casa de Bennett

Ativistas antivacinação (anti-vaxxers) protestaram em frente à residência particular do primeiro-ministro Naftali Bennett, na sexta-feira, um dia depois que o primeiro-ministro acusou aqueles que se recusam a tomar a vacina contra o COVID de colocar em perigo a nação inteira.

Dezenas de manifestantes bloquearam a rua e gritaram palavras de ordem contra Bennett, chegando perto da área protegida em torno da casa do primeiro-ministro em Ra’anana, disse a polícia.

Cinco pessoas foram presas por perturbar a ordem pública e recusar ordens da polícia quando policiais tentaram dispersar a multidão, de acordo com informações do The Times of Israel.

Um vídeo mostrou pequenos confrontos entre manifestantes e policiais.

“Os manifestantes chegaram à entrada da casa e estavam tão próximos que o Shin Bet se recusou a permitir que o protesto continuasse”, disse um policial ao Haaretz.

Na quinta-feira, Bennett fez um novo apelo para que todos os israelenses sejam vacinados contra o coronavírus, acusando aqueles que podem ser vacinados e não o fazem de colocar em perigo o resto do país.

LEIA TAMBÉM

“Um milhão de israelenses se recusam a ser vacinados”, disse Bennett. “Eles estão colocando em perigo toda a população, estão colocando em perigo os outros 8 milhões de cidadãos do país”.

Ele alertou que a rejeição da vacina pode fazer com que o governo imponha o quarto bloqueio nacional desde o início da pandemia.

Em seus comentários, Bennett apontou para a decisão do gabinete do coronavírus, na quinta-feira, de começar a exigir que os não vacinados paguem pelo teste COVID do próprio bolso, vinculando-o ao esforço do governo para aumentar as taxas de imunização.

“Não há razão para que os contribuintes e aqueles que cumprem seu dever cívico de se vacinar financiem os testes para aqueles que se recusam a se vacinar”, disse ele.

Fonte: © EnlaceJudío
Foto: Right News (captura de tela)

One thought on “Anti-vaxxers protestam em frente à casa de Bennett

Fechado para comentários.