Ao vivo, bandeira nazista aparece na TV israelense

Durante um programa de televisão no Canal 13 israelense, no último domingo, uma aparição perturbou a transmissão com uma mensagem antissemita.

O programa Haboker (Esta manhã) apresentava uma aula de ginástica que se desenvolvia no estúdio da emissora, com a participação do público através de videochamada.

Em um momento da transmissão, um dos 100 participantes via Zoom mostrou em sua tela a bandeira nazista, que os espectadores puderam ver por alguns segundos até ser identificada pela produção e retirada do ar.

El Canal 13 informou que está investigando como evitar que situações como essa se repitam. “No momento, estamos analisando como evitar a transmissão de informações invasivas pelo aplicativo Zoom”.

A pandemia por COVID-19 impulsou o uso do sistema de videochamadas e videoconferências em diversas situações como forma de por em prática a determinação de distanciamento social, mas sob o risco de ser afetado por invasões maliciosas.

Uma técnica usada para este fim é conhecida como zoombombing, que consiste em interferir de maneira abrupta nas videochamadas com a fim de perturbar os participantes.

Atividades de caráter judaico como serviços religiosos ou aulas e palestras, incluindo uma cerimônia da embaixada de Israel na Alemanha, têm sido invadidas pelo zoombombing com mensagens antissemitas.

Fonte: ©EnlaceJudío

Foto: Reprodução Twitter