Arqueólogos descobrem fonte das pedras do Templo

Arqueólogos que trabalham em Jerusalém descobriram uma pedreira de 2.000 anos de idade, junto com uma série de blocos de construção maciços em vários estágios do processo de pré-construção, anunciou a Autoridade de Antiguidades de Israel.

A grande pedreira descoberta no moderno parque industrial de Har Hotzvim, que significa “colina dos mineiros”, provavelmente data do primeiro século AEC e estaria ativa na época do Segundo Templo em Jerusalém, dizem os arqueólogos.

“Os projetos de construção em grande escala na Jerusalém antiga, como o Monte do Templo, exigiam uma grande quantidade de materiais de construção e a capacidade de organizar e coordenar a extração e o transporte de milhares de blocos de construção para a cidade antiga”, disse Moran Hagbi, o diretor da escavação em nome da Autoridade de Antiguidades de Israel.

A pedreira parcialmente escavada cobre aproximadamente 600 metros quadrados, mas os arqueólogos dizem que pode ser pelo menos duas ou três vezes maior.

Os maciços blocos de construção extraídos medem 1,5 x 2 metros e fornecem “uma demonstração clara de todas as fases da extração e preparação da pedra”, disse o IAA em um comunicado.

LEIA TAMBÉM

“Nós descobrimos grandes blocos quadrados de pedra prestes a serem destacados da rocha, antes de carregá-los e transportá-los para a cidade antiga”, disse Hagbi, acrescentando que a pedreira “apresenta uma oportunidade de ouro: como algumas das pedras foram deixadas no local dessa forma, podemos copiar tecnologias antigas e fazer experiências com elas para recriar os processos pelos quais as pedras de construção foram extraídas”.

Arqueólogos e conservacionistas estão agora planejando tentar recriar os métodos antigos usados para separar os blocos de pedra, bem como testar a eficácia dos métodos descritos em fontes bíblicas, disse o IAA.

O diretor geral da Autoridade de Antiguidades de Israel, Eli Escosido, disse: “De uma forma simbólica, o atual boom de desenvolvimento de Jerusalém nos apresenta uma oportunidade de escavar e pesquisar os grandes projetos de construção em Jerusalém na antiguidade. Antes que qualquer projeto de desenvolvimento comece em Jerusalém, nossos arqueólogos são chamados para escavar e examinar quaisquer achados antigos, para o bem das gerações futuras”.

Fontes: The Times of Israel e Israel Hayom
Foto: Shai Halevi (Autoridade de Antiguidades de Israel)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *