Autoridade palestina compara terrorista a Jesus

Em 26 de agosto de 2019, um terrorista islâmico, Samer Arbid, detonou uma bomba em Dolev, na Cisjordânia, matando Rina Shnerb, uma adolescente de 17 anos e deixando o seu pai e irmão feridos.

Samer, que é membro da organização terrorista Frente Popular para a Libertação da Palestina, foi preso em setembro com outros dois comparsas. Após a prisão, o terrorista foi hospitalizado por duas semanas devido a ferimentos.

Diante disso, a Autoridade Palestina retratou o terrorista como um “herói”. O jornal Al-Hayat Al-Jadida criou uma caricatura onde Samer aparece pendurado em uma cruz, insinuando que ele teria seguido o exemplo de Jesus.

Segundo informações da Palestinian Media Watch (PMW), a associação dos terroristas islâmicos com a pessoa de Jesus não é algo incomum, visto que no mundo muçulmano existe a crença de que Jesus  era palestino, e não judeu, como revela a Bíblia Sagrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *