Cobrança por sacos plásticos pode ser estendida a todas as lojas

A cobrança de 10 agurot pelas sacolas plásticas nos supermercados pode ser estendida para todas as lojas do país. A possível emenda à Lei dos Sacos de Plástico foi levantada durante uma discussão no Comitê de Assuntos Internos e Meio Ambiente do Knesset.

Como parte da proposta, as pequenas empresas poderiam cobrar diretamente a taxa da sacola plástica, evitando a carga burocrática envolvida no repasse do dinheiro ao Fundo de Limpeza e reportando periodicamente os valores ao Ministério de Proteção Ambiental. As pequenas empresas seriam responsáveis ​​por registrar o volume de vendas.

Ori Dvir, representante do Ministério da Fazenda que participou da discussão, destacou que deve ser evitada a cobrança de imposto sobre a população. “É preciso ter cuidado para não transformar isso em mais tributação e, portanto, o impacto da ampliação da lei deve ser examinado e uma posição formulada”, disse Dvir.

Nimrod HaGalili, representante dos varejistas, expressou oposição à proposta. “A cobrança criou um ônus regulatório para as redes. Durante o período do coronavírus, as empresas foram prejudicadas. Não é correto estender a lei a outras áreas”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

A discussão do comitê concluiu que nenhuma meta foi definida para a redução no uso de sacolas plásticas. As metas deveriam ter sido definidas até junho de 2018. Noah Spitzer, representante do Ministério de Proteção Ambiental, disse ao comitê que a minuta das metas está pronta e o ministério está apenas esperando a ministra Gila Gamliel aprovar a minuta.

O uso de sacolas plásticas em Israel disparou no ano passado. Cerca de 454 milhões foram compradas por clientes em grandes supermercados em Israel em 2019, de acordo com dados apresentados pelo Ministério de Proteção Ambiental há três meses. Isso representa um aumento de 20% em relação ao primeiro ano em que a lei entrou em vigor.

One thought on “Cobrança por sacos plásticos pode ser estendida a todas as lojas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *