Estresse na pandemia aumentou problemas oculares

Um estudo do Hospital Assuta em Ashdod revelou um aumento acentuado nos casos de uma doença ocular que se acredita ter sido agravada pelo estresse, durante a pandemia de COVID-19, relataram médicos esta semana.

O estudo com mais de 100 pacientes do Hospital revelou um aumento de 200% nos casos de retinopatia serosa central, ou RSC. Esse distúrbio, que causa deficiências visuais, geralmente afeta apenas um olho.

Também é conhecido como coriorretinopatia serosa central (RSC) e ocorre quando o líquido se acumula sob a retina. Isso pode distorcer a visão. A maioria dos casos resolve por conta própria.

Funcionários do hospital disseram ao Canal 12 que associam o aumento de casos ao estresse causado pela pandemia e os fechamentos subsequentes, e não como um efeito colateral do próprio COVID.

LEIA TAMBÉM

Eles observaram correlações entre ondas de COVID e número de casos de RSC.

“Este é um estudo inovador que reforça a teoria aceita de que existe uma conexão entre estresse mental e diminuição da visão”, disse o professor Josef Pikkel, um dos autores do estudo. “O estudo mostrou que durante o coronavírus e os bloqueios, cheios de tensão, houve um aumento acentuado de casos”.

Fonte: Noticias de Israel
Foto: Canva