Quatro Torot raras exibidas na Biblioteca Nacional

Quatro dos mais importantes rolos de Torá da coleção da Biblioteca Nacional de Israel, de valor inestimável e que geralmente não estão disponíveis para visualização pública estarão em exibição em uma série de videoclipes durante o feriado de Shavuot.

Os rolos da Torá, que estão em condições extremamente delicadas, foram retirados dos cofres da BNI por alguns minutos para serem filmados e fotografados, com aprovação e supervisão de especialistas em conservação.

Os itens serão apresentados um por dia nas contas de mídia social da BNI no Facebook e Twitter e em seu blog.

Os itens apresentados incluem fragmentos de um rolo de Torá iemenita de 1.000 anos, bem como um dos menores rolos de Torá legíveis do mundo, medindo apenas 6 centímetros de altura.

Outro pergaminho que será mostrado é o “Rhodes Torah” que os estudiosos acreditam ter sido escrito na Península Ibérica no século XV e trazido para Rodes por refugiados sefarditas. O pergaminho foi usado por centenas de anos na Sinagoga Kahal Shalom, hoje a mais antiga sinagoga da Grécia.

Apenas alguns dias antes de os nazistas deportarem quase todos os judeus de Rhodes em 1944, o pergaminho foi contrabandeado e colocado sob custódia do mufti local, Sheikh Suleyman Kasiloglou. O mufti escondeu a Torá sob o púlpito de uma mesquita local e, graças às suas ações, o pergaminho sobreviveu à guerra, embora a grande maioria da comunidade judaica de Rodes não sobrevivesse.

LEIA TAMBÉM

Acredita-se que o pergaminho final a ser apresentado na série tenha sido de propriedade de Saul Wahl, um proeminente comerciante judeu polonês e conselheiro da realeza que, segundo a lenda, serviu como rei da Polônia por um dia, no final do século XVI.

A Torá de Saul Wahl apresenta aduelas feitas de marfim e chifres e decoradas com prata. Ela também vem com sua própria arca sagrada em miniatura, com uma porta feita de um escudo da Torá do século XVII.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Biblioteca Nacional de Israel

One thought on “Quatro Torot raras exibidas na Biblioteca Nacional

Fechado para comentários.