Sudão concorda em normalizar relações com Israel

O Sudão teria concordado em normalizar totalmente as relações com Israel, de acordo com matéria do Israel Hayom, publicada na noite de quarta-feira.

De acordo com Israel Hayom, único meio de comunicação popular a publicar até agora, uma fonte política envolvida nas negociações diplomáticas entre Israel e Sudão confirmou que os países irão normalizar as relações muito em breve.

O relatório indica que o anúncio formal e público sobre a normalização das relações deverá acontecer nos próximos dias, na sequência de um esperado telefonema entre o Presidente Donald Trump e o Presidente do Conselho de Soberania do Sudão, Abdel Fattah al-Burhan.

No início da quarta-feira, tanto o ministro da Cooperação Regional, Ofir Akunis, quanto o ministro da Inteligência, Eli Cohen, disseram acreditar que Israel estava perto de normalizar os laços com o Sudão.

LEIA TAMBÉM

“Tenho uma base razoável para acreditar que o anúncio virá antes de 3 de novembro – isso, se você me permitir, é o que entendi de minhas fontes”, disse Akunis à Rádio do Exército de Israel.

Akunis disse que vários países são candidatos a normalizar as relações com Israel, mas não os nomeou, dizendo que era costume deixar a primeira palavra oficial vir de Washington.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse na quarta-feira que os EUA haviam iniciado o processo de remoção do Sudão de sua lista de patrocinadores estatais do terrorismo, embora ele ainda não pudesse especificar um momento exato para concluir a mudança.

Quando questionado se a decisão estava ligada a uma possível normalização dos laços entre o Sudão e Israel, Pompeo respondeu: “Também estamos continuando a trabalhar para que todas as nações reconheçam Israel, a legítima pátria judaica, e reconheçam seu direito básico e fundamental de existir como um país, e isso certamente inclui o Sudão”.

Enquanto Pompeo evitou conectar a remoção do Sudão da lista de terroristas com a questão de alcançar a normalização com Israel, vários funcionários afirmaram que a normalização foi de fato considerada uma condição para os EUA concordarem em remover o Sudão da lista.

Também na quarta-feira, um jato particular supostamente fez o seu trajeto do aeroporto Bem Gurion para Cartum, o que seria a segunda vez que tal voo ocorreu – o primeiro foi um voo de ajuda médica de Israel para o Sudão.

Fonte: Jpost

Foto: Wikiwand (Secretário Pompeo se reúne com presidente do Conselho de Soberania do Sudão, General Fattah el-Burhan)

3 thoughts on “Sudão concorda em normalizar relações com Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *