Facebook passa a banir negacionismo nazista

A atualização dos termos de uso do Facebook estabelece que, independente do formato, todo conteúdo que tentar veicular conspirações que neguem a veracidade do Holocausto da Segunda Guerra Mundial está terminantemente proibido na rede social.

A medida foi anunciada no blog oficial da rede social, em uma postagem assinada por Monica Bickert, vice-presidente de prática de conteúdo do Facebook, que afirma que a mudança veio após um crescimento em publicações antissemitas.

“Nossa decisão é apoiada pelo amplamente documentado crescimento do antissemitismo global e o nível alarmante da ignorância sobre o Holocausto, especialmente no público jovem”, diz um trecho do anúncio feito pelo Facebook. “De acordo com uma pesquisa feita recentemente com adultos entre 18 e 39 anos de idade, quase um quarto deles diziam crer que o Holocausto foi um mito, ou que foi grandemente exagerado ou ainda que não tinham certeza”.

LEIA TAMBÉM

Bickert ainda ressalta que a nova medida vem logo após outra alteração feita pela empresa para proteger o povo judeu. Há alguns meses, o Facebook também passou a banir publicações e mídias que tentassem reforçar a conspiração de que representantes da fé judaica seriam parte de uma organização secreta que de alguma forma determina os rumos do mundo globalizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *