Férias, viagens e… mala extraviada

Por Ori Schermann (https://schermann-ins.com/ori-schermann-pt)

Ter a bagagem extraviada não é agradável. Imagine chegar ao seu destino final, desembarcar, ir até a esteira e esperar, esperar e esperar pela sua mala e ela não vem. Infelizmente você terá que constatar que sua bagagem foi extraviada! Descobre que todos os seus pertences ficaram pelo caminho! Essa situação pode causar muita dor de cabeça, ou não…

A partir do check-in a companhia aérea torna-se responsável pela sua bagagem e deve indenizá-lo em caso de extravio ou dano!

Extravio de bagagem pela companhia aérea por definição é quando o viajante chega ao seu destino mas a sua bagagem, não. Atraso na chegada da bagagem é de responsabilidade da companhia aérea mas, se foi feito um seguro de bagagem, o seguro cobre os gastos com a demora na entrega da bagagem. As companhias aéreas têm responsabilidade limitada; portanto, se desejar obter uma cobertura maior faça seguro de viagem.

Por esse e por outros motivos a contratação do seguro de viagem, com cobertura da bagagem, é tão importante. Contratando o seguro, você terá a garantia de que, caso sua bagagem seja extraviada, você será indenizado.

Fazer seguro viagem com cobertura de extravio ou não?

Diferentemente do Brasil, em Israel, todas as companhias de seguros incluem uma indenização no atraso de chegada da bagagem por mais de 12 horas.  Fazendo um seguro de bagagem, o seguro cobre também extravio, que dá direito a uma indenização para compra de roupas e itens de primeira necessidade. O passageiro tem que comunicar o ocorrido à central de atendimento do seguro para receber imediatamente a indenização monetária.

LEIA TAMBÉM

Minha bagagem foi extraviada: o que fazer?

Antes de sair do aeroporto, é necessário fazer uma reclamação por escrito, já que este é um requisito indispensável para poder processar o incidente.

Primeiramente, o passageiro que teve bagagem extraviada, deve se dirigir ao balcão da companhia aérea na sala de desembarque (dentro do próprio aeroporto) e preencher uma reclamação, registrando o extravio e quantas malas foram extraviadas.

Conserve a documentação original da viagem: o comprovante do despacho da bagagem será necessário. Tenha em mãos o bilhete, etiquetas de bagagem e cartão de embarque.

Peça a companhia aérea que o informe sobre todas as providências que estão sendo tomadas para a localização de sua bagagem e se a bagagem for encontrada pela empresa aérea, terá que ser entregue no endereço informado por você.

No período em que estiver sem sua bagagem, não se esqueça de guardar os comprovantes das despesas, principalmente nas primeiras 48 horas.

Caso a companhia aérea não tenha prestado a assistência devida, procure a ajuda de advogado experiente para verificar se seu caso é passível de indenização.

Causas mais frequentes para o extravio da bagagem

– Conexões: o passageiro troca de aeronave e a mala fica para trás;

– A etiqueta de identificação da mala se solta e ela fica sem identificação;

– Falha da companhia aérea ou da empresa terceirizada: em algum trecho do longo caminho das bagagens, entre o check-in e a colocação da bagagem na esteira;

– Furto: pode ocorrer na esteira, na área interna ou externa do aeroporto;

– Engano: quando a mala tem aparência comum e outro passageiro pega, achando que é a dele.

O que os seguros não cobrem?

– Danos causados a bagagem como rasgos e furos ou quebra de rodas ou das alças. Pode ser durante a entrega no check-in ou danos feitos pela companhia aérea ou serviços do aeroporto que podem ter sido causados por acidentes durante o transporte pela companhia ou durante o voo. Para casos de danos à bagagem, tire fotos das partes deterioradas e faça um relato referente aos danos à companhia aérea. A companhia aérea é a responsável pela sua bagagem.

– Danos causados ao seu conteúdo por vazamento de líquidos.

– Deterioração de itens na bagagem como alimentos, bebidas, tabacos, perfumes, cosméticos e maquiagem.

– Perda ou roubo causado exclusivamente como resultado de negligência, imprudência ou insanidade do segurado, levando a uma perda ou confisco da bagagem.

– Bagagens apreendidas, confiscadas, danificadas ou destruídas por autoridades governamentais.

– Não cobre quaisquer tipos de animais.

O que é possível fazer para evitar extravio de bagagem?

– Tente evitar conexões com menos de uma hora;

– Tente evitar conexões entre diferentes companhias aéreas;

– Faça o check-in com antecedência. Não deixe para despachar a bagagem em cima da hora de embarcar. Atrasando no check-in, você pode dificultar a chegada da mala em tempo válido à aeronave;

– Certifique-se de que não há etiquetas de voos anteriores em sua bagagem. Confira a pesagem e a adesivação de sua mala, que deverá indicar seu destino final;

– Coloque identificação dentro e fora da sua mala: faça uma tag com seu nome, e-mail e telefone;

– Personalize sua mala, tornando-a diferente das demais, principalmente se ela tiver cor comum. Para isso, identifique-a com um lenço colorido, adesivos, tags, ou faça um desenho com spray, etc. Isso evitará dela ser levada por engano por outro viajante;

E mais dicas

Se viajar acompanhado, o melhor é não levar tudo numa só mala, mas sim distribuí-lo em várias. Desta maneira, se uma delas se perder, sempre terá uma parte dos seus pertences.

Leve alguns itens essenciais na mala de mão: remédios de uso contínuo, documentos, dinheiro, joias, itens bucais, óculos e lentes de contato, eletrônicos e outros objetos valiosos, agasalho, troca de roupa, itens de higiene pessoal.

O que mais o seguro da bagagem cobre?

O seguro cobre caso de assalto ou furto ou roubo da bagagem por toda sua viagem. Tanto a mala de mão como a bagagem despachada, qualquer pertence como roupas e sapatos do segurado estão incluídos.

O período do seguro terá início a partir do momento em que o segurado saiu de sua casa a caminho do exterior (aeroporto) ou se ele entregou a bagagem ao transportador antes – a partir do momento da entrega – e terminará no momento do recebimento da bagagem, no seu retorno a Israel, dentro do período do seguro.

Caso sua bolsa ou mochila pessoal seja roubada e dentro dela seu passporte, você receberá uma indenização monetária para refazer documentos que foram roubados, tais como, passaportes, carta de motorista e bilhete de passagem. Portanto, mesmo se você está fazendo uma pequena viagem com mala de mão somente, é importante a cobertura de bagagem na sua apólice de seguro de viagem.

Se no passaporte roubado tinha visto, não vai ser pago o valor de retirar um novo visto.

O que deve ser feito nesses casos é boletim de ocorrência (BO) na delegacia no país em que o passageiro foi assaltado, relatando com todos os detalhes possíveis o ocorrido.

O BO deve conter as informações de onde e como ocorreu o assalto, a que horas foi e o que exatamente foi roubado. Em seguida, o segurado deve entrar em contato com a companhia do seguro pelo Centro de Atendimento ao Cliente.

Furto ou roubo não é reconhecido pelo seguro se ocorre num local de permanência do segurado no exterior que é residência do segurado ou quando o local de permanência for um lugar que o segurado geralmente permanece quando chega a este país. O furto ou roubo é quando acontece em hotel ou Air BNB.

O seguro também cobre uma perda total de bagagem no voo. A companhia aérea usará todos os meios que tiver à sua disposição para localizá-la e, se não for encontrada em 90 dias, irá fornecer um documento ao passageiro para a indenização pela companhia do seguro.

Saiba mais sobre seguro viagem

Espero que você nunca precise recorrer a nenhuma dessas dicas, mas é sempre bom se manter informado.

O seguro de saúde é obrigatório para a entrada em vários países e até em país de conexão e o passageiro pode ser solicitado a apresentá-lo.

É muito importante você adquirir um seguro de viagem com cobertura correta através de corretor de seguros. Isso não eleva o custo do seguro.

Foto: Toni Holmes (Flickr)

2 thoughts on “Férias, viagens e… mala extraviada

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: