Caos do caos: malas no lixo e objetos roubados

Com centenas de malas perdidas se acumulando com o caos que se instalou no Aeroporto Ben Gurion, algumas bagagens que não embarcaram junto com os passageiros que viajavam para o exterior foram saqueadas e jogadas no lixo, noticiou o canal 12 no domingo.

Alguns funcionários do aeroporto teriam vasculhado o conteúdo das malas, antes de jogá-las, procurando por objetos de valor.

A TV  publicou vídeo e imagens fornecidas por uma testemunha ocular não identificada que disse ter visto a cena e gravado.

No vídeo, malas estavam sendo jogadas em um compactador de lixo, enquanto um homem  vasculhava objetos de valor e outros objetos pessoais estavam espalhados no chão.

Os itens incluíam roupas, chaves de carro, remédios e até livros de orações, mostraram as imagens.

Fonte: Mako

A ministra dos Transportes, Merav Michaeli, disse em resposta à reportagem que o descarte de malas perdidas é “um incidente muito sério que não pode acontecer” e instruiu os gerentes do aeroporto a investigar o fato.

LEIA TAMBÉM

Hoje, um dia depois de ser revelado, pelo site Mako e reportagens do Canal N12, que malas  foram jogadas no lixo e seu conteúdo roubado, verificou-se que o responsável é um funcionário que trabalha com carregamento, e contou com a colaboração de outra pessoa. Nesta fase, a investigação interna da Autoridade Aeroportuária continua e ainda não foi decidido se envolverá a Polícia de Israel.

Ontem muitos trabalhadores foram interrogados sobre a destruição da bagagem, incluindo gerentes, e dentro de alguns dias serão divulgados os resultados finais da investigação.

Segundo a investigação até o momento, o trabalhador contratado juntamente com outra pessoa eram responsáveis por colocar a   bagagem dos passageiros no avião.

Fontes: The Times of Israel e Mako
Foto: Captura de tela