Hospital Hadassah recebe doação multimilionária

O Hadassah International anunciou uma doação da Gandel Foundation, liderada por John Gandel e Pauline Gandel, de Melbourne, Austrália, pela assinatura do nome do Centro de Reabilitação Gandel no Hospital Hadassah Mount Scopus, em Jerusalém.

A doação multimilionária, que vai muito além dos oito dígitos, será destinada à construção de um centro de reabilitação no valor de US$ 100 milhões no hospital de Jerusalém.

O centro deverá estar pronto para receber milhares de pacientes que precisam de reabilitação médica por doenças, enfermidades ou lesões, no início de 2023.

A contribuição dos Gandel representa a maior doação individual na história de arrecadação de fundos do Hadassah International e ocorre em um momento em que a área da Grande Jerusalém, a região urbana de mais rápido crescimento do país com mais de 1,2 milhão de habitantes, tem a maior proporção de idosos de Israel.

No entanto, as necessidades desse grupo demográfico não foram atendidas devido à escassez de instalações de reabilitação modernas e adequadas para doenças, enfermidades ou lesões. Muitos pacientes são forçados a viajar longas distâncias para tratamento, muitas vezes enfrentando grandes atrasos que afetam suas chances de recuperação.

A doação de Gandel facilitará um avanço na parceria entre o governo israelense e o Hadassah para promover melhores cuidados e maiores taxas de recuperação para os moradores de Jerusalém.

LEIA TAMBÉM

Dr. Tamar Elram, Diretor do Hospital Hadassah Mount Scopus, disse: “O Centro de Reabilitação Gandel é um dos projetos mais importantes que estão sendo realizados em Israel hoje. Vidas serão mudadas para melhor por conta do cuidado que oferecerá. Estou honrado e orgulhoso de fazer parte da liderança da Hadassah Medical Organization e do campus Mount Scopus”.

O Centro de Reabilitação Gandel será adjacente ao histórico Hadassah Hospital Mount Scopus, uma instalação de reabilitação moderna de classe mundial de oito andares e 20.000 metros quadrados.

O Centro Gandel oferecerá 132 leitos de internação e instalações especializadas de reabilitação e pesquisa de ponta, incluindo departamentos de terapia ocupacional, fisioterapia e hidroterapia, robótica avançada, incubadoras tecnológicas, Centros Médicos de Excelência, salas de conferência, laboratórios, clínicas e áreas ambulatoriais, uma sinagoga e um jardim de cura na cobertura.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Hadassah Brasil