Imigração para Israel continua aumentando

A imigração para Israel está aumentando, enquanto a emigração do estado judeu continua em declínio.

No mês passado, o ministro da Imigração, Yoav Galant, comemorou a chegada de 242 novos imigrantes dos Estados Unidos e do Canadá com uma publicação no Facebook em que anunciou um aumento de 21% na aliá, ou imigração para Israel, nos últimos 12 meses.

No entanto, um relatório da Globes publicado descobriu que o aumento da taxa de imigração desde o início de 2019 é ainda maior, com um número de imigrantes chegando a Israel durante os primeiros sete meses de 2019 de 28% a mais do que o número de imigrantes durante o mesmo período de 2018.

Se cidadãos israelenses nascidos no exterior forem incluídos, um total de 20.506 imigrantes fizeram Aliá entre 1º de janeiro e 31 de julho de 2019, em comparação com 15.965 imigrantes que se mudaram para Israel durante o mesmo período em 2018 .

Até o final do ano em 2018, um total de 31.601 imigrantes haviam se mudado para Israel.

O nível mais alto de imigração se deve em grande parte a um aumento no número de imigrantes da Rússia, uma tendência que começou em 2018.

De acordo com um relatório datado de 27 de dezembro de 2018 da Agência Judaica, em 2018 houve um aumento de 45% na imigração da Rússia, enquanto a imigração de outros países da Europa Oriental, como a Ucrânia, diminuiu em 2018. Mais de 10.500 imigrantes da Rússia chegaram a Israel, em 2018.

A imigração da Europa Oriental continuou a aumentar em 2019 e, em meados do ano, representava 74% de toda a imigração para Israel.

No mês passado, a Nefesh B’Nefesh, uma ONG que trabalha para facilitar a imigração da América do Norte para Israel, trouxe seu  imigrante número 60.000 para Israel.

One thought on “Imigração para Israel continua aumentando

  • 21 de setembro de 2019 em 00:39
    Permalink

    Louvado seja nosso Deus e pai. Por Abrãao, Isac e Jacob. Abençoado seja o povo judeu. O vermezinho de Jacob. Obrigado Senhor Deus por ser descendente desse povo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *