Israel e Dubai: cooperação nas bolsas de diamante

As bolsas de diamantes de Israel e Dubai assinaram um acordo para promover a cooperação e o comércio direto entre os principais centros de diamantes do Oriente Médio.

A parceria firmada em uma cerimônia de videoconferência, foi uma boa notícia para uma indústria duramente atingida pela pandemia do coronavírus e uma demanda global mais fraca.

Como parte do negócio, a Israel Diamond Exchange (IDE) vai abrir um escritório em Dubai e o Dubai Multi Commodities Centre (DMCC) vai abrir um em Ramat Gan, sede da bolsa israelense.

As duas partes afirmaram que vão compartilhar experiências e conhecimentos, trabalhar para promover o comércio bilateral e colaborar em exposições, visitas e conferências. Eles também concordaram em sediar uma feira de diamantes Israel-Dubai a ser realizada em Dubai e Ramat Gan e promover o comércio eletrônico.

LEIA TAMBÉM

Israel é um dos principais exportadores de diamantes polidos. O presidente da IDE, Yoram Dvash, disse que Dubai, com sua zona franca e condições comerciais convenientes, se tornou um dos centros diamantíferos mais importantes do mundo.

O Dubai Diamond Exchange faz parte do DMCC, de propriedade do governo. O valor total dos diamantes brutos e polidos negociados em Dubai no ano passado ultrapassou US$ 23 bilhões. “Este acordo atrairá empresas para o emirado, bem como impulsionará o comércio regional e internacional dessa gema”, disse Ahmed Bin Sulayem, presidente executivo da DMCC e presidente da Dubai Diamond Exchange.

As exportações de diamantes de Israel caíram 28% em 2019.

One thought on “Israel e Dubai: cooperação nas bolsas de diamante

  • 12 de janeiro de 2021 em 23:38
    Permalink

    Meu comentário:

    A noticia criou expectativas em mim de que angola poderia projectar uma feira ou museu de pedras preciosas para atração de interessados neste ramo. Assim como criar expedições turísticas em jazidas que tenham provas dadas de extracção de grandes PEDRAS.
    Claro com o apoio TOTAL e experiência das empresas ISRAELISENSES E DUBAIENSES.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *