Israel já tem quase 700 casos da cepa BA.2

A quinta onda de corona vírus na forma da cepa omicron tem causado um grande aumento na morbidade, além de interrupções na rotina diária, devido aos inúmeros isolamentos e longas filas para exames.

No entanto, o fim parece não estar próximo. O coordenador do gabinete do coronavírus, professor Salman Zarqa, disse nesta segunda-feira, em uma coletiva de imprensa, que quase 700 casos da nova subcepa de omicron, BA.2, foram diagnosticados no país. “Alguns são de infecção dentro do país e alguns do exterior”.

“Ainda estamos em uma onda muito forte, com dezenas de milhares de casos positivos todos os dias, e isso está além dos números relatados ao Ministério da Saúde”, disse Zarqa. “Mesmo os sinais otimistas que nos mostram a saída da onda ainda não são suficientes para nos livrar da cautela necessária”.

Zarqa também disse que “os hospitais não correm o risco de entrar em colapso. Em alguns lugares há mais congestionamento, mas o sistema de saúde continua respondendo”.

LEIA TAMBÉM

Sobre a nova cepa, Zarqa afirmou que “a subcepa do ômicron é mais contagiosa, mas dados até agora mostram que ela não causa doenças mais graves”.

O número de reprodução do vírus, R, continua a diminuir e está atualmente em 0,84, indicando um declínio na disseminação comunitária do patógeno. O número R indica o número médio de infecções secundárias produzidas por um único portador de vírus.

Fonte: Kipa
Foto: Canva

One thought on “Israel já tem quase 700 casos da cepa BA.2

Fechado para comentários.