Israel: o país mais vegano do mundo

Um casal está em um supermercado comprando carne para uma refeição. Eles rejeitam um pacote congelado e a mulher pede ao açougueiro um cordeiro fresco. Um atendente sorridente aparece e entrega um cordeiro vivo para a mulher.

Este recente anúncio de TV da organização sem fins lucrativos Vegan Friendly, de Israel, foi visto por 35% da população israelense. Em uma pesquisa independente, cerca de 150.000 israelenses disseram que o anúncio os influenciou a interromper ou reduzir o consumo de carne.

O dia 1º de novembro, o Dia Mundial Vegano, dará início ao Mês Mundial Vegano que tem o objetivo de aumentar a conscientização sobre questões de saúde, meio ambiente e crueldade contra os animais envolvidas na produção de carne, laticínios, peixes, ovos, couro, lã e outros produtos derivados de seres vivos.

Omri Paz, que fundou o Vegan Friendly, em 2012, para promover e melhorar o estilo de vida vegano em Israel, disse que dezenas de ativistas no Reino Unido, Brasil, Austrália e Índia o contataram nos últimos dias. “Israel é considerado o país mais vegano do mundo”, disse Paz após citar as últimas estatísticas que indicavam que 5% dos israelenses são veganos, 4% são vegetarianos e 8% são flexitarianos (semi-vegetarianos). “As coisas estão acontecendo aqui antes de outros lugares”, acrescentou Paz.

LEIA TAMBÉM

Em outubro de 2014, Israel sediou o maior festival vegano do mundo. Entre os patrocinadores corporativos estavam a Domino’s Pizza, que escolheu Israel para testar suas primeiras pizzas sem laticínios depois de seguir uma campanha Vegan Friendly no Facebook, em 2013.

O logotipo do Vegan Friendly já está em 1.500 restaurantes israelenses e 6.500 produtos, incluindo os novos calçados sem couro da Adidas, que também estreou em Israel.

“Desde agosto de 2019 tínhamos cerca de 50 novas empresas a cada mês que obtinham a certificação de ‘vegano’ ou ‘100% vegano’”, disse Paz.

Mais de 30 empresas, incluindo Microsoft Israel, AppsFlyer e Helen Doron ESL Learning Centers, aderiram ao novo programa de certificação Vegan Friendly.

Essas empresas se comprometeram a oferecer opções veganas em suas cozinhas, cafeterias, eventos fora do escritório, brindes para funcionários e até mesmo decoração de instalações (sem couro).

Em maio passado, a Vegan Friendly abriu uma filial no Reino Unido com mais de 50 empresas certificadas, incluindo a rede Papa Jones de 500 restaurantes em toda a Grã-Bretanha.

“Nos últimos anos, crescemos rapidamente. Há dois anos e meio, havia apenas dois funcionários e eu trabalhando. Hoje somos 25 em Israel e três no Reino Unido”, explicou o ativista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *