Israel relata aumento de 800% no incitamento ao terror

A onda crescente de terror enfrentada por Israel foi acompanhada, nas últimas semanas, por um aumento semelhante no incitamento ao terror online.

O Departamento de Guerra Cibernética de Israel tem trabalhado com autoridades de segurança em um esforço para remover e bloquear todas as publicações que contenham incitação à violência ou terror ou elogios a atos de terror.

Esse tipo de postagem aumenta exponencialmente na sequência de ataques terroristas e as autoridades de segurança estão preocupadas que isso possa levar a uma escalada de atos terroristas e incentivar o terror imitador e o terrorismo nacionalista.

O departamento recebe solicitações de autoridades de segurança, as verifica e relata para redes de mídia, incluindo Facebook, Tiktok, Twitter, Youtube e Telegram, para remover as postagens e publicações que violam os regulamentos de mídia social.

Desde 22 de março, quando a onda de terror começou, o departamento recebeu 5.815 solicitações de autoridades de segurança. 3.900 delas envolviam postagens publicadas que continham conteúdo ilegal que poderia colocar em risco o público e violar as condições da plataforma de mídia social em que estava.

LEIA TAMBÉM

2.950 postagens foram retiradas da internet e outras 491 aguardam as decisões das diversas plataformas. A maioria dessas solicitações (3.300) se referia ao Facebook, que removeu 87% dos materiais ofensivos. 770 outros se referiram ao Tiktok, que removeu 84%. O Instagram removeu 85% das 620 solicitações e o Twitter removeu apenas 30% das 980 solicitações recebidas. O Youtube removeu 90% dos 109 clipes solicitados pelo departamento cibernético.

O diretor do departamento, Chaim Wissmonsky, disse que a incitação aumentou 800% nas últimas três semanas em relação aos valores regulares. “Estimamos com base na experiência trágica que o conteúdo pró-terror que se espalha viralmente pode causar mais ataques por usuários de tal conteúdo e, portanto, esperamos que assim que esse conteúdo for detectado e relatado às plataformas online, eles seja removido o mais rápido possível”.

Fonte e foto: VINnews

One thought on “Israel relata aumento de 800% no incitamento ao terror

Fechado para comentários.