Marrocos quer ser uma atração turística para Israel

A ministra do turismo do Marrocos, Nadia Fettah Alaoui, vê a ascensão do turismo israelense como um desafio, e se prepara para recebê-lo.

A ministra estima que pelo menos 50.000 israelenses já visitaram o país antes da normalização das relações diplomáticas entre as nações no final de 2020.

Muitos israelenses de ascendência marroquina visitam parentes que ainda vivem lá ou os cemitérios locais onde estão enterrados seus ascendentes. “Queremos que esse número aumente para 200 mil por ano”, disse a ministra.

“Estão em andamento conversas para formalizar os acordos. Pretendemos garantir que o processo de visto de entrada seja rápido e fácil para que os turistas os recebam eletronicamente”, acrescentou Alaoui.

LEIA TAMBÉM

“Acho que as grandes cidades serão os destinos mais procurados, mas sugiro as nossas praias e o deserto. Também oferecemos ecoturismo, que acredito que crescerá quando a pandemia do coronavírus terminar”, diz ele.

A comunidade judaica marroquina agora está pronta para receber turistas israelenses e está expandindo sua capacidade de oferecer comida kosher e ter a infraestrutura necessária para abrigar israelenses perto de locais da herança judaica.

O rei Mohammad VI apoiou um projeto para renovar 119 cemitérios judeus. Alguns são o local de descanso de sábios espirituais e muitos israelenses de ascendência marroquina vêm para orar lá. O rei também está apoiando a construção de um centro cultural judaico na cidade de Fez.

“Garantimos a segurança de todos os turistas que visitam nosso país e com os israelenses não será diferente, eles podem se sentir seguros”, disse o ministro.

Receba notícias de Israel pelo Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/D8EWvUKAHuf1y5twq2ognM

Foto: sachbearbeitung por (Pixabay). Marrakech, bazar oriental

2 thoughts on “Marrocos quer ser uma atração turística para Israel

Fechado para comentários.