Museu judaico português constrói “sala antissemita”

Um museu judaico em Portugal está construindo uma “sala antissemita” dedicada a ensinar os visitantes sobre a amplitude da questão do antissemitismo.

Vivian Groisman, do departamento cultural da Comunidade Judaica do Porto, anunciou que a “Sala Antissemita” será inaugurada no dia 31 de março de 2022, Dia Nacional de Memória das Vítimas da Inquisição.

O Museu, que para além das suas principais salas de exposição, conta já com várias outras salas dedicadas a temas específicos e atrai alunos de escolas portuguesas e grupos de turistas de todo o mundo, pretende dedicar uma área de cerca de 110 metros quadrados ao antissemitismo.

Groisman explica que “é importante que os alunos das escolas portuguesas não associem antissemitas apenas a skin-heads e jihadistas”.

“Os antissemitas pertencem a todas as facções políticas e religiosas e têm uma percepção negativa dos judeus, do judaísmo ou de Israel, que sempre percebem como uma ameaça a outros povos”.

A área central do novo salão do museu terá algumas estátuas enormes em exposição representando antissemitas modernos, incorporando suas ideias, publicações e outras formas de expressão.

LEIA TAMBÉM

“O antissemitismo contemporâneo pode ser encontrado em grupos radicais e marginais que defendem o extremismo de direita, de esquerda ou islâmico, pode se esconder atrás do antissionismo, mas também pode ser facilmente encontrado no centro da sociedade”.

Groisman explicou o significado da lei da nacionalidade portuguesa para os judeus sefaraditas: “Esta lei visava renovar os laços entre Portugal e a diáspora judaica sefaradita de mais de um milhão de pessoas”.

“Sete anos após a entrada em vigor da lei, com certidões emitidas para menos de 1/10 desta população, vamos lançar luz sobre as ações de indivíduos que lançaram suspeitas e invocaram estereótipos desgastados contra a Comunidade Judaica Portuguesa, acusando-os de negócios impróprios e interesses financeiros e trapaças, da maçonaria e até mesmo de ser um perigo para a nação: esse é o tipo de expressão que os antissemitas usaram em conexão com os judeus durante séculos”.

Fonte: Israel National News
Foto: Canva

One thought on “Museu judaico português constrói “sala antissemita”

Fechado para comentários.