Ônibus autônomos devem começar a circular em 2023

A Mobileye, subsidiária da Intel baseada em Jerusalém, anunciou uma nova parceria com duas empresas francesas para desenvolver e implantar conjuntamente ônibus autônomos para transporte público na Europa em cerca de dois anos.

A Transdev Autonomous Transport System (ATS), parte do Grupo Transdev dedicado a soluções de mobilidade autônomas, e o fabricante de soluções de mobilidade Lohr Group formaram uma parceria estratégica com a Mobileye para integrar sua tecnologia AV (veículo autônomo) ao ônibus elétrico i-Cristal, feito pelo Lohr Group, para implantar serviços de transporte público movidos por frotas, começando na Europa e, em seguida, no mundo inteiro.

O ônibus elétrico i-Cristal oferece espaço para até 16 passageiros, pode viajar a velocidades de até 50 quilômetros por hora e é totalmente acessível por meio de uma rampa.

Os testes de campo dos veículos devem começar na França e em Israel no próximo ano, com serviços comerciais esperados para 2023, disseram os parceiros no anúncio na semana passada.

“Nossa colaboração com Transdev ATS e Lohr Group serve para aumentar a presença global da Mobileye como o parceiro de tecnologia de veículos autônomos (AV) na escolha para os pioneiros na indústria de transporte”, disse Johann Jungwirth, vice-presidente de Mobilidade Como Serviço da Mobileye.

LEIA TAMBÉM

“A Mobileye, a Transdev ATS e o Grupo Lohr estão moldando o futuro da mobilidade autônoma compartilhada e esperamos levar nossas soluções para todo o mundo”.

As três empresas afirmam que pretendem melhorar a eficiência e comodidade das soluções de transporte de massa e tornar a mobilidade autônoma uma realidade diária nas redes de transporte, ao mesmo tempo que reduz custos e melhora a experiência do cliente.

Patricia Villoslada, vice-presidente executiva da Transdev ATS, disse que a colaboração permitirá a implantação de “veículos autônomos em redes de transporte público em escala, graças à combinação de tecnologias de ponta complementares e forte expertise industrial dos três parceiros”.

Marie-José Navarre, vice-presidente do Grupo Lohr, indicou que o “objetivo comum” era “fornecer rapidamente aos clientes ônibus autônomos que pudessem ser facilmente e eficientemente implementados nas cidades”.

A israelense Mobileye, adquirida pela Intel por US$ 15,3 bilhões em 2017, tem trabalhado em uma série de soluções para promover o transporte autônomo e as ofertas de mobilidade.

One thought on “Ônibus autônomos devem começar a circular em 2023

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *