Os pilotos americanos que lutaram por Israel em 1948

Primeiro grande documentário de longa-metragem sobre os aviadores estrangeiros na Guerra de 1948, “Above and Beyond” reúne novas entrevistas com os pilotos, bem como imagens aéreas impressionantes, para apresentar uma história fascinante e pouco conhecida.

O filme segue os pilotos em sua rota tortuosa dos Estados Unidos, onde se encontraram e treinaram em segredo.

Mais do que uma releitura da guerra árabe-israelense de 1948, Above and Beyond examina as motivações dos voluntários estrangeiros, judeus e não judeus. O filme conta as histórias pessoais dos jovens pilotos, cujas experiências em Israel mudaram suas vidas.

E através de suas histórias, Above and Beyond revela como os israelenses estavam mal equipados e isolados, como eles precisavam desesperadamente de aviões e pilotos e como as ações desses jovens americanos eram essenciais para a sobrevivência do país.

Filmado nos Estados Unidos, Israel e Reino Unido, Above and Beyond é produzido por Nancy Spielberg (Elusive Justice), irmã de Steven Spielberg e dirigido por Roberta Grossman (Blessed Is the Match), com fotografia de Harris Done (The Last Days), efeitos especiais de Industrial Light & Magic e uma trilha sonora original do estúdio de Hans Zimmer.

LEIA TAMBÉM

Em 1948, apenas três anos após a libertação dos campos de extermínio nazistas, um grupo de pilotos judeus americanos atendeu a um pedido de ajuda. Em segredo e com grande risco pessoal, eles contrabandearam aviões para fora dos Estados Unidos, treinaram atrás da Cortina de Ferro na Tchecoslováquia e voaram para Israel na Guerra da Independência.

Mulher de negócios, arrecadadora de fundos e filantropa, Nancy Spielberg, nos últimos anos, dedicou sua energia e seu talento à produção de documentários. Ela foi consultora do documentário vencedor do Oscar Chernobyl Heart e produtora executiva de Elusive Justice. Spielberg produziu um projeto para o governo israelense, Celebrities Salute Israel’s 60th, que foi apresentado na Times Square nas telas da NASDAQ por um mês.

Spielberg diz que se sentiu atraída pela história dos pilotos judeus americanos depois de ler um obituário de Al Schwimmer, considerado por muitos como o pai da Força Aérea Israelense.

Schwimmer trabalhou para a agora extinta companhia aérea TWA e foi engenheiro de voo para o Comando de Transporte Aéreo dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. Ao saber da necessidade de aeronaves para a nova nação de Israel, ele contrabandeou 30 aviões excedentes para o estado judeu, em 1948. Ele também recrutou pilotos e membros da tripulação dos Estados Unidos

Após a guerra, Schwimmer foi indiciado por violar a Lei de Neutralidade dos Estados Unidos e perdeu sua cidadania. Ele ficou em Israel e fundou a Israel Aerospace Industries. Em 2001, ele foi perdoado pelo presidente dos EUA, Bill Clinton. Nancy Spielberg chama Schwimmer de figura chave na história de Above and Beyond.

Os pilotos apresentados em Above and Beyond são Leon Frankel, Coleman Goldstein, Lou Lenart, George Lichter, Gideon Lichtman, Harold Livingston, Milton Rubenfeld, Smoky Simon, Stan Andrews e Bob Vickman.

Estudantes de arte na Universidade da Califórnia, Los Angeles em 1948, Andrews e Vickman haviam estado no Pacífico com a Força Aérea dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.

Eles chegaram a Israel, em junho de 1948. Em um bar de Tel Aviv, eles criaram o logotipo para a unidade do Esquadrão 101 da Força Aérea Israelense, rabiscando o Anjo da Morte em um guardanapo. Seu projeto ainda está em jatos israelenses F-16, hoje. Os dois homens morreram quando seus aviões foram abatidos em incidentes distintos, em julho e outubro de 1948.

One thought on “Os pilotos americanos que lutaram por Israel em 1948

  • 9 de julho de 2021 em 00:49
    Permalink

    Onde posso assistir o documentário? Obrigada.

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: