Documentário sobre Babi Yar estreia no Festival de Cannes

O documentário “Babi Yar. Context”, do diretor ucraniano Sergei Loznitsa, foi selecionado para estrear no Festival de Cinema de Cannes em julho.

O longa-metragem de 120 minutos é inteiramente baseado em imagens de arquivo descobertas por Loznitsa, que retratam os eventos que antecederam e as consequências do massacre de Babi Yar, em setembro de 1941.

Em um período de dois dias – de 29 a 30 de setembro – 33.771 vítimas judias foram mortas a tiros pelos nazistas e deixadas em uma ravina. Dezenas de milhares de ucranianos, ciganos, doentes mentais e outros foram posteriormente fuzilados ali durante a ocupação nazista de Kiev. O número estimado de vítimas assassinadas em Babi Yar é de cerca de 100.000, tornando-se a maior vala comum da Europa.

“Babi Yar. Context” é o sétimo filme de Loznitsa a ser apresentado na Seleção Oficial do Festival de Cannes. Será exibido na seção Séance Speciale do festival deste ano. O filme, que inclui depoimentos inéditos de testemunhas oculares, reconstrói o contexto em que Babi Yar se desenrolou.

LEIA TAMBÉM

“Assim como outros crimes do Holocausto, a tragédia é quase desprovida de representação visual autêntica. As autoridades nazistas proibiram câmeras de fotos e filmes nos locais de execuções em massa”, disse Loznitsa. “No entanto, é possível reconstruir seu contexto histórico por meio de imagens de arquivo, documentando anos de ocupação alemã na Ucrânia. Meu objetivo é mergulhar o espectador na atmosfera da época”.

O filme é produzido pela Atoms & Void com o apoio da Babyn Yar Holocaust Memorial Foundation, responsável pelo Babyn Yar Holocaust Memorial Centre (BYHMC). O centro está supervisionando o desenvolvimento de um novo complexo memorial Babyn Yar.

A estreia de “Babi Yar. Context ”vem apenas dois meses antes do 80º aniversário do massacre.

Fonte: The Algemeiner
Foto: Cortesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *