Polícia vai fiscalizar aplicação das restrições

O Primeiro-Ministro Naftali Bennett e o Ministro da Segurança Interna Omer Bar-Lev discutiram com o Comissário da Polícia, Kobi Shabtai, a aplicação das restrições corona e a definiram como a principal tarefa da polícia agora.

Eles determinaram à polícia que sua principal tarefa nas próximas semanas é fazer cumprir os regulamentos corona e criar dissuasão, na esperança de conter a disseminação de variante Omicron.

Depois que o primeiro-ministro anunciou que a quinta onda do corona havia começado, a polícia israelense restabeleceu sedes da corona em distritos de todo o país. A polícia pretende fazer cumprir estritamente os regulamentos do passaporte verdes e selo roxo nas comemorações de final do ano civil.

Cerca de 2.000 policiais serão designados para fazer cumprir as restrições, entre os quais 270 policiais temporários que serão recrutados para a missão. A polícia está exigindo que os fiscais municipais e as autoridades locais também “subam na maca” e façam cumprir os regulamentos.

LEIA TAMBÉM

A fiscalização se concentrará em lugares com grande presença de público e espaços fechados, como shoppings. A polícia pretende realizar uma fiscalização encoberta e fazer denúncias por não uso de máscara sem prévio aviso. Os empresários que subestimarem a aplicação do selo roxo ou passaporte verde também estarão sujeitos a multas.

No mês passado, a polícia registrou mais de 10.000 denúncias, incluindo 681 por violação do dever de isolamento, 9.231 por não usar máscara e 390 por violação de diretrizes em empresas.

Fonte: Ynet
Foto: Polícia de Israel

One thought on “Polícia vai fiscalizar aplicação das restrições

  • 22 de dezembro de 2021 em 19:39
    Permalink

    בטח המדינה היתה עושה כסף טוב כאן בביתר אלית, כי באוטובוס אנשים לא שמים מסכה

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: