Prefeito de Rio das Ostras é investigado por fala antissemita

Em discurso de posse, Marcelo Borba afirmou que “judeus são gananciosos e só pensam em dinheiro”

Texto: Raphael Branco (colaborador no Rio de Janeiro)

Marcelino Borba, atual prefeito da cidade de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, do Rio de Janeiro, é alvo de investigação criminal pela Polícia Civil por fala preconceituosa durante o discurso de posse realizado no dia 1º de janeiro. Segundo relatos, o prefeito teria dito que judeus só pensam em dinheiro.

O discurso de posse aconteceu na Câmara Municipal da cidade, em cerimônia restrita a poucos convidados por conta da pandemia do novo coronavírus. Durante a fala, o prefeito agradeceu os votos que o reelegeram e destacou os planos para os próximos 4 anos de gestão. O momento que segue investigado pelas autoridades veio quando ele criticou o serviço de energia elétrica local, fornecido pela empresa Enel.

“Eles ficaram um mês para substituir um poste. E não trabalham de graça. São igual judeu. Trocamos lá na Cidade Praiana uns 12 postes de madeira. Precisava do poste de madeira. Não, agora tem que vender. É R$450. São piores do que judeu, sim!”, declarou.

LEIA TAMBÉM

Num primeiro momento, o caso foi atribuído à apuração pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, mas foi entregue à Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro de Atribuição Originária, já que o prefeito possui direitos em função do cargo que ocupa.

Reeleito chefe do Executivo Municipal, Marcelino Borba teve 29.476 votos nas eleições de 15 de dezembro de 2020.

Em nota, a Confederação Israelita do Brasil afirmou que repudia a fala de Marcelino Borba. “Reflete preconceito abjeto usado ao longo dos séculos para perseguir judeus. E se torna mais grave ainda quando proferida por uma autoridade”, afirmou.

A empresa distribuidora de energia (Enel), também por meio de nota, lamentou as declarações do Executivo e reiterou que “a relação entre a empresa e todos os seus clientes, incluindo o poder público nos municípios em que atua, é pautada pela transparência e pelo respeito”.

Já a Prefeitura de Rio das Ostras, disse que ainda não recebeu comunicado oficial sobre o caso.

Foto: Divulgação Prefeitura de Rio das Ostras

Fontes: UOL, O Dia

2 thoughts on “Prefeito de Rio das Ostras é investigado por fala antissemita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *