Sistema de defesa em alerta máximo

Os dois terroristas árabes que atiraram e mataram dois policiais de fronteira e feriram outras 12 pessoas em Hadera, na noite de domingo, postaram um vídeo no Facebook antes do ataque jurando fidelidade ao Estado Islâmico (ISIS).

A agência de notícias do movimento terrorista publicou um comunicado, no domingo, assumindo a responsabilidade pelo ataque em Hadera, bem como pelo ataque terrorista realizado por um beduíno-israelense que apoia o ISIS, em Beer Sheva, na semana passada.

A polícia de Israel foi colocada no mais alto nível de alerta, na segunda-feira, após o ataque. Serão estabelecidos postos de controle ao longo das principais vias e posicionará grande contingente nos centros das cidades e áreas de tráfego intenso.

As forças de segurança prenderam cinco familiares dos agressores em Umm el-Fahm, logo após o ataque em Hadera e apreenderam armas e munições quando revistavam casas na cidade.

A Polícia de Israel decidiu, nesta segunda-feira, colocar policiais de fronteira em Umm el-Fahm para manter a paz e proteger a ordem pública, bem como ajudar nas buscas e prisões, se necessário.

O diretor do Shin Bet, Ronen Bar, o chefe da polícia de Israel, Kobi Shabtai, e o ministro da Segurança Pública, Omer Bar Lev realizaram uma avaliação da situação no domingo com o chefe do Estado-Maior das FDI, tenente-general Aviv Kohavi e o ministro da Defesa Benny Gantz. Depois disso, a polícia anunciou um aumento do estado de alerta e as FDI anunciaram que enviariam reforços ao longo da Linha Verde e na Cisjordânia.

LEIA TAMBÉM

Bar Lev disse à Rádio do Exército que os terroristas prepararam o ataque com antecedência, dizendo acreditar que eles não estavam sozinhos.

De acordo com as notícias da Kan, o sistema de defesa está considerando o uso de detenção administrativa contra potenciais agressores árabes-israelenses. Tal decisão precisaria ser aprovada pelo ministro da Defesa.

A detenção administrativa é um status especial em Israel, onde um detido pode argumentar por sua libertação em um processo judicial, mas os padrões do processo não oferecem as mesmas proteções que os julgamentos criminais regulares.

Após uma avaliação da situação na noite de domingo, o ministro da Defesa, Benny Gantz, disse que “as FDI e todas as forças de segurança estão mobilizadas e preparadas com todos os meios para restaurar a calma e manter a segurança dos cidadãos israelenses em todos os lugares e em todas as arenas”, disse ele. “Agiremos vigorosamente contra o terrorismo e os terroristas e promoveremos o reforço contínuo das forças no terreno”.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Polícia de Israel

One thought on “Sistema de defesa em alerta máximo

Fechado para comentários.