Teste de 4 horas no aeroporto ainda não tem aprovação

O laboratório de testes de coronavírus “Check2Fly” no Aeroporto Ben-Gurion foi instalado no Terminal 3 e inaugurado em uma cerimônia formal em meados de novembro.

Desde então, o site da empresa apresenta dois testes: o primeiro, cujos resultados saem em quatro horas, com um custo de NIS 134,64; o segundo, por NIS 44,88, tem resultados em 14 horas. No entanto, até agora o teste de quatro horas ainda não está disponível.

Check2Fly é um projeto conjunto da Omega, uma empresa de testes de coronavírus, e do Hospital Rambam de Haifa. O teste de quatro horas é baseado em uma nova tecnologia de triagem que ainda não recebeu aprovação do Ministério da Saúde.

Apesar disso, a empresa lista a opção deste teste em seu site, o que confunde vários viajantes. Segundo a empresa, ela oferece a opção no site porque é algo que ela pode disponibilizar rapidamente, quando o Ministério da Saúde aprovar o teste.

LEIA TAMBÉM

Nesse ínterim, existem poucas e caras opções para os viajantes que procuram obter um registro aceito de um teste de coronavírus negativo antes de viajar para o exterior. As Kupot Cholim (fundos de saúde) que oferecem testes gratuitos para seus associados, não podem fornecer um certificado de resultados negativos em inglês e, consequentemente, não são aceitos em outros países.

Para fazer um teste que seja aceito fora de Israel, os viajantes devem ir a um hospital que possa fornecer essa documentação e pagar por um teste particular, que pode custar várias centenas de shekels. A outra opção é marcar hora para o teste de 14 horas no aeroporto e pagar o NIS 44.88.

Foto: Yossi Aloni (Flash90)

One thought on “Teste de 4 horas no aeroporto ainda não tem aprovação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *