Inaugurado laboratório de teste rápido no Aeroporto

Autoridades do governo estiveram presentes na inauguração do laboratório de teste rápido “Check2Fly”, no Aeroporto Ben Gurion. No evento estavam o Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu, a Ministra dos Transportes Miri Regev e o Ministro da Saúde Yuli Edelstein.

Check2Fly é um projeto conjunto da Omega, uma empresa de testes de coronavírus, e do Rambam Health Care Campus de Haifa. Os resultados de teste padrão serão entregues em 14 horas por cerca de NIS 45. Os resultados rápidos estarão disponíveis em cerca de quatro horas por cerca de NIS 135.

Um membro da equipe disse ao primeiro-ministro que 20.000 pessoas por dia poderiam ser testadas, tanto viajantes que deixam Israel quanto entram no país, e descreveu como os testes seriam levados a um laboratório e como os resultados seriam devolvidos.

Um técnico usava uma máscara que escorregou do nariz; o primeiro-ministro o advertiu para colocá-lo de volta corretamente.

LEIA TAMBÉM

Netanyahu falou sobre uma minoria de pessoas que não segue as regras e disse que “ninguém quer ser vítima” de sua falta de responsabilidade. Ele aconselhou as pessoas a tratarem todos que encontrassem como se fossem portadores do vírus.

Regev disse que “quando assumi a minha posição, prometi que criaríamos um laboratório no aeroporto que daria resultados rápidos para os viajantes que entravam e saiam do país” e que ela está feliz por estar abrindo agora.

Dado o baixo número de viajantes atuais, ela disse que o laboratório poderia fornecer os resultados em cinco a seis horas, em vez de 14 para os testes padrão, mas isso mudaria conforme o céu se abrisse para mais tráfego aéreo.

Eventualmente, disse ela, com a permissão do Ministério da Saúde, o teste mais caro e rápido pode dar resultados em duas horas, acrescentando que o único laboratório de aeroporto que pode dar resultados igualmente rápidos é o Japão.

Ela apontou Dubai e as Ilhas Seychelles como dois destinos verdes que atualmente aceitam viajantes israelenses.

Na noite de segunda-feira, o Ministério da Saúde acrescentou a China à lista de países verdes para os quais os israelenses podem viajar e retornar sem quarentena.

Os outros são Austrália, Uruguai, Emirados Árabes Unidos, Seychelles, Hong Kong, Vietnã, Taiwan, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Cingapura, Fiji, Finlândia, Cuba, Coréia do Sul, Ruanda e Tailândia.

Foto: Reprodução Twitter

One thought on “Inaugurado laboratório de teste rápido no Aeroporto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *