Universidade de Yale concede honra ao falecido Rabino Sacks

O falecido Rabino Lord Jonathan Sacks foi agraciado com um grau honorário da Universidade de Yale em reconhecimento por sua “liderança moral sábia e constante”.

O ex-rabino-chefe, que esteve no cargo por 22 anos, até 2013, faleceu em novembro do ano passado.

Agora, a Yale University, uma das universidades mais prestigiadas do mundo, conferiu um Doutorado Honorário em Divindade a Lord Sacks.

“Defendendo o diálogo sobre a divisão, o Rabino Lord Jonathan Sacks nos chamou para trabalharmos juntos para cumprir nossas responsabilidades e curar o mundo”, disse a universidade ao anunciar o prêmio.

“Um estudioso respeitado, um professor estimado de Torá e uma luz para as nações, ele dedicou sua vida a servir aos outros, mostrando-nos o que significa colocar ‘nós’ antes de ‘eu’”.

LEIA TAMBÉM

Lord Sacks deixou sua esposa com quem esteve casado por cinquenta anos, Lady Elaine Sacks, seus três filhos, Joshua, Dina e Gila e muitos netos.

No ano passado, o Jewish News e o MDA UK lançaram uma campanha em memória do falecido Rabino por um bloodmobile (“carro de sangue”) que salva vidas em Israel, arrecadando cerca de £ 100.000.

O dinheiro de uma nova campanha em andamento vai pagar pelo primeiro de um novo lote de bloodmobiles que vai transportar equipes por todo o país para coletar algumas das 1.100 unidades por dia que mantêm os suprimentos cheios.

Com o nome de Lord Sacks, ele terá uma sede, o novo Blood and Logistics Center, financiado pelo Reino Unido, com inauguração prevista para o próximo ano.

Fonte: Jewish News
Foto: cooperniall from England – Flickr, CC BY 2.0