Variante da Índia é detectada em Israel

Uma variante do coronavírus da Índia foi detectada em Israel pela primeira vez, anunciou o Ministério da Saúde na sexta-feira.

O Ministério disse que a cepa foi  detectada, usando sequenciamento do genoma, entre sete viajantes não vacinados que retornaram a Israel, mas não foi especificado de onde eles chegaram. “Ainda não há informações claras sobre a variante ou seu efeito sobre os vacinados e recuperados”, diz um comunicado do ministério.

A Índia confirmou a nova variante do coronavírus, que tem duas mutações na proteína pontiaguda que o vírus usa para se prender às células. O Dr. Rakesh Mishra, diretor do Centro de Biologia Celular e Molecular, disse no mês passado, que esses ajustes genéticos podem ser preocupantes, pois podem ajudar o vírus a se espalhar mais facilmente e escapar do sistema imunológico.

A Índia está atualmente lutando contra um aumento generalizado de infecções, com especialistas suspeitando que a causa mais provável seja a presença de variantes mais infecciosas, incluindo a detectada no país.

LEIA TAMBÉM

O vírus tem sofrido mutações durante toda a pandemia. A maioria das mutações é trivial, mas os cientistas têm investigado quais podem fazer o vírus se espalhar mais facilmente ou deixar as pessoas mais doentes.

As três variantes detectadas pela primeira vez na África do Sul, Grã-Bretanha e Brasil são consideradas as mais preocupantes.

Um relatório divulgado pelo Ministério da Saúde indicou vários países como mais propensos a serem uma fonte de cepas de coronavírus mutantes que poderiam ter maior resistência às vacinas atuais. O relatório não mencionou a Índia.

Fonte: The Times of Israel

Foto: v-3-5-N-a (Pixabay)

One thought on “Variante da Índia é detectada em Israel

Fechado para comentários.