2.500 bilionários se mudarão para Israel em 2022

2.500 indivíduos bilionários se mudarão para Israel em 2022, um aumento de 79% em relação a 2019, de acordo com um relatório da Henley & Partners, que aconselha sobre residência e cidadania por investimento.

O último Relatório de Cidadãos Globais da Henley, intitulado “Os milionários estão em movimento novamente”, observa que “um tsunami de capital privado deixou a Rússia e a Ucrânia”.

Em um artigo de intitulado “A geopolítica da migração de riqueza”, o autor Misha Glenny escreve: “Russos afluentes que buscam escapar do impacto das devastadoras sanções ocidentais em seu país começaram a se mudar para os Emirados Árabes e para Israel, que é o 4º na lista top 10”.

Israel está em quarto lugar na atração de indivíduos de alta riqueza este ano, depois dos EAU, Austrália e Cingapura, mas à frente da Suíça, EUA, Portugal, Grécia, Canadá e Nova Zelândia.

Os 10 países com as maiores saídas líquidas de indivíduos ricos são Rússia, China, Índia, Hong Kong, Ucrânia, Brasil, Reino Unido, México, Arábia Saudita e Indonésia. Andrew Amoils, chefe de pesquisa da New World Wealth, disse que os números de migração de indivíduos de alto patrimônio líquido são um excelente medidor para a saúde de uma economia.

LEIA TAMBÉM

“Indivíduos ricos são extremamente móveis e seus movimentos podem fornecer um sinal de alerta antecipado sobre as tendências futuras dos países. Os países que atraem indivíduos e famílias ricas tendem a ser robustos, com baixas taxas de criminalidade, taxas de impostos competitivas e oportunidades negócios atrativas”.

Fonte: Globes
Foto: Canva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.