35.000 livros da história judaica italiana serão digitalizados

Um projeto para digitalizar milhares de textos históricos em hebraico na Itália, com o objetivo de disponibilizar centenas de anos da rica história judaica do país, está agora em pleno andamento, de acordo com a União das Comunidades Judaicas Italianas (UCEI).

A iniciativa I-TAL-YA Books visa criar um banco de dados ítalo-hebraico de quase 40.000 volumes e está se movendo em um “ritmo rápido” após uma fase de testes, de acordo com Pagine Ebraiche, uma publicação administrada pela UCEI.

Já foram carregados 2.000 volumes no portal “Teca”, com mais mil a serem agregados e novas atualizações planejadas a cada dois meses.

No dia 26 de setembro, um festival do livro judaico, organizado pelo Museu do Judaísmo Italiano e Shoah, na cidade de Ferrara, atualizará o público sobre as revelações do projeto até agora e seus planos futuros.

Os textos já disponíveis na base de dados incluem um livro de orações de 1906 para o feriado de Shavuot, um livro do Êxodo, de 1886, publicado em Livorno e uma Hagadá de Pessach datada de 1758, da importante editora Bragadina.

LEIA TAMBÉM

Em parceria com a UCEI estão a Biblioteca Central Nacional de Roma e a Biblioteca Nacional de Israel, com o apoio da Fundação Rothschild Hanadiv Europa.

Fonte: World Israel News
Foto: PxFuel