Atenção: Quando você faz aliá, você passa a ser povo e deixa de ser elite

A maior parte dos judeus no Brasil fazem parte de uma elite sócio-econômica-intelectual. No Brasil, se você tem formação acadêmica, você faz parte da elite. No Brasil, se você tem carro e casa própria, você faz parte da elite. No Brasil, se você frequenta cinemas, teatros e restaurantes, você faz parte da elite.

Quando você faz Aliyah, você deixa de ser elite e vira povo. Porque em Israel, a maioria das pessoas tem formação acadêmica. Porque em Israel, a maioria das pessoas tem carro e casa própria. Porque em Israel. a maioria das pessoas pode frequentar cinemas, teatros e restaurantes.

Em português conhecemos o ditado: “Em terra de cego, quem tem um olho é rei”. No Brasil, é uma grande vantagem ter um diploma universitario, mas aqui em Israel não. No Brasil, é uma grande vantagem ter o domínio do inglês, mas aqui em Israel não.

Israel é um país de primeiro mundo, onde todos têm acesso a saúde pública de alto nível e educação pública decente. Israel é um dos países com a maior expectativa de vida do mundo (em média, acima de 82 anos, comparado com 75 anos no Brasil). Israel também é um dos países com o maior percentual de pessoas com nível acadêmico no mundo (acima de 50% para pessoas entre 25 e 45 anos de idade, comparado com apenas 15% no Brasil).

Porém, aqui em Israel poucas famílias tem empregada doméstica. No máximo, tem uma faxineira que vem uma ou duas vezes por semana para fazer o trabalho mais pesado. Obviamente, nem adianta procurar aqui em Israel um apartamento que tenha quarto de empregada…

Os israelenses também não tem casas de veraneio. Aqui em Israel não existe apartamento de Guarujalém, nem condomínio de Eretzópolis. Os israelenses sim viajam muito para o exterior, mas muitas vezes as férias na Europa podem sair mais barato do que passar uma semana em Eilat.

A situação precária do Oleh

Fazer Aliyah significa necessariamente começar por baixo. O Oleh chega em Israel sem domínio do hebraico, o que o impede de exercer muitas profissões. Em muitos casos, o Oleh também precisa revalidar o seu diploma, mesmo que já tenha experiência no Brasil.

O Oleh tambem chega em Israel sem uma rede de contatos e amigos que podem ajudá-lo a conseguir um bom emprego. Isso é uma dificuldade adicional que coloca os Olim em posição desfavorável quando competem com os israelenses pela busca de emprego.

Levando em consideração os problemas com o idioma e a falta de contatos, os Olim devem estar conscientes de que em geral vão enfrentar grandes dificuldades para se inserir no mercado de trabalho israelense em um nível similar ao que tinham no Brasil.

Em outras palavras, o Oleh que era gerente no Brasil, provavelmente não vai poder continuar a ser gerente em Israel. Quem liderava uma equipe, provavelmente vai voltar a ser liderado. Quem era chefe, provavelmente vai voltar a ser chefiado. Você está preparado para isso?

No Brasil você era elite. Aqui em Israel você virou povo. Agora você precisa decidir se prefere ser elite no Brasil ou povo em Israel. Boa sorte!

One thought on “Atenção: Quando você faz aliá, você passa a ser povo e deixa de ser elite

  • 19 de março de 2019 em 14:03
    Permalink

    Elite versos povo, uma boa pergunta. vamos nos posicionar nessa situação; dependendo do anseio do individuo, caso tenha percorrido a trajetória da evolução que o torna um ser capacitado em todas as áreas da vida ou nas mais importantes, como temor ao criador[eterno], bom filho, bom aluno, bom profissional na área em que atua, bom irmão social perante a comunidade em que vive e satisfeito com algumas metas já conquistada, creio que vale sim a pena de asseitar um novo recomeço afinal, as vezes sair da zona de conforto é a unica forma de se sentir vivo e útil. shalom.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *