BBC na lista anual dos maiores antissemitas do mundo

A BBC foi classificada como antissemita pelo Simon Wiesenthal Center, e ficou em terceiro lugar em sua lista anual “Global Antisemitism Top Ten”, de acordo com seu último relatório.

O primeiro e o segundo lugar foram para o Irã e o grupo terrorista Hamas baseado em Gaza, respectivamente.

O chefe da organização, Marvin Hier, disse ao Daily Mail que “as pessoas podem se surpreender ao ver a BBC em nossa lista, mas a decisão de colocar a BBC no terceiro lugar veio após meses de intenso debate e discussão. Acreditamos que a BBC foi culpada de vários incidentes de antissemitismo durante o ano passado”, disse ele.

“As pessoas podem presumir que colocaríamos grupos neonazistas em nossa lista”, disse Hier ao jornal, “mas a BBC está lá porque quando uma organização reconhecida globalmente permite que o antissemitismo penetre em suas reportagens, isso o torna ainda mais insidioso e perigoso”.

LEIA TAMBÉM

Hier citou a reportagem da BBC sobre um ataque neste mês em Londres em um ônibus cheio de adolescentes judeus, que estavam comemorando o feriado de chanucá por um grupo de homens que gritavam slogans anti-Israel. A matéria afirma que uma das vítimas usou uma calúnia islamofóbica. “A BBC informou falsamente que uma vítima no ônibus usou uma calúnia islamofóbica. Mas o que foi ouvido na fita foi um judeu angustiado falando em hebraico, pedindo ajuda”, disse Hier.

A lista dos dez primeiros também apontou que um jornalista da BBC – que desde então foi demitido – tweetou que “Hitler estava certo” em 2014.

A Honest Reporting  que monitora a mídia em busca de preconceitos contra Israel e os judeus marcou o tweet de sete anos, o que levou a BBC a abrir uma investigação interna que acabou levando à demissão de Tala Halawa.

Fonte: The Times of Israel
Foto: James Glen (Pixabay)