Diplomatas compram tahine em apoio a LGBT

Diplomatas israelenses compram mais de 200 quilos de tahine para apoiar empresária árabe-israelense.

Dezenas de diplomatas israelenses em Israel e em todo o mundo compraram a pasta de gergelim para apoiar Julia Zaher, dona do tahine Al Arz, em Nazaré.

Julia Zaher, que é proprietária da popular marca de tahine e enfrenta um boicote por apoiar financeiramente um grupo de direitos LGBTQ israelense tem alguns amigos na comunidade diplomática israelense.

Galit Peleg, ex-cônsul da diplomacia pública em Nova York, é amiga de Zaher há anos e listou dezenas de diplomatas para fazer a compra da pasta de gergelim.

“Julia – além do fato de ser um modelo para as mulheres empresárias e um avanço para as mulheres de negócios na sociedade árabe – fez muitas contribuições importantes para promover minorias na sociedade israelense, especialmente na comunidade árabe”, disse Peleg.

LEIA TAMBÉM

Os pacotes chegaram quarta-feira no escritório do Ministério das Relações Exteriores em Jerusalém. Alguns permanecerão em Israel, e o restante será enviado a diplomatas nos Estados Unidos, Tóquio, Cingapura, Taiwan e Uzbequistão.

Zaher fez uma doação “significativa” a um grupo de direitos humanos chamado Aguda para criar uma linha direta para israelenses LGBT de língua árabe. Depois que Aguda twittou agradecimento em árabe e hebraico, alguns árabes pediram um boicote à sua marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *