Dois oficiais mortos em acidente de fogo amigo

Dois soldados das Forças de Defesa de Israel foram mortos em um acidente de fogo amigo na noite de quarta-feira, anunciaram os militares.

O incidente ocorreu em uma base no Vale do Jordão, após um exercício de tiro.

Os dois, comandantes de companhia da Unidade Egoz da Brigada Oz, tinham acabado de terminar o exercício na zona de tiro da base de Nabi Musa e estavam patrulhando a área quando identificaram uma figura suspeita e iniciaram o procedimento para prendê-la, incluindo tiro para o ar.

Eles foram então baleados por outro soldado das FDI que estava próximo e identificou erroneamente os oficiais como possíveis terroristas que haviam se infiltrado na base.

De acordo com a investigação preliminar, o soldado não reconheceu os dois homens e abriu fogo.

“Este não é um incidente que aconteceu durante o exercício. Não é que nossas tropas tenham disparado contra nossas tropas durante o exercício”, disse o Brig. Gen. Ofer Winter, chefe da 98ª Divisão do Comando Central.

LEIA TAMBÉM

O porta-voz das FDI, Brig.-Gen. Ran Kohav, chamou de “incidente grave” que teve um final “extremamente difícil”. Falando à rádio Kan, Kohav disse que o oficial “é claro que fez isso acidentalmente, resultando na morte de seus amigos”.

O ministro da Defesa, Benny Gantz, enviou suas condolências às famílias e disse que “infelizmente não há nada que possa recuperar a grande perda para as famílias, amigos e irmãos de armas. As FDI estão realizando uma ampla investigação e faremos tudo para que tal desastre não aconteça novamente.”

A área de treinamento de Nabi Musa fica ao sul de Jerusalém e fora da estrada que leva ao Mar Morto. É frequentemente usada por unidades de infantaria e Corpos Blindados para treinamento de combate.

Há aldeias palestinas e beduínas nas proximidades, o que exige que os soldados estejam em alerta durante as sessões de treinamento.

Há dois meses, os militares anunciaram que estavam afrouxando seus regulamentos de fogo aberto, permitindo que as tropas usassem fogo real contra supostos invasores de bases militares. Até agora, as tropas só podiam abrir fogo se suas vidas estivessem em perigo imediato. Os novos regulamentos permitirão que os soldados usem força letal em bases militares, em campos de tiro e ao longo das fronteiras do sul.

O acidente de quarta-feira à noite ocorreu uma semana depois que dois pilotos da Força Aérea foram mortos quando seu helicóptero caiu no Mar Mediterrâneo, na costa de Haifa, que ainda está sob investigação.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Israel Defense Forces, CC BY 2.0, Wikimedia Commons (foto ilustrativa)

2 thoughts on “Dois oficiais mortos em acidente de fogo amigo

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: