Forças de segurança em alerta máximo em Yom Kipur

As forças de segurança de Israel estão aumentando seu nível de alerta em todo o país após vários ataques terroristas e diante de uma possível escalada de violência e outra operação contra o Hamas na Faixa de Gaza.

A polícia de Israel despachou forças de 2.000 policiais para Jerusalém depois que um terrorista esfaqueou e feriu dois judeus perto da estação rodoviária central da cidade, na segunda-feira.

O deslocamento de forças de segurança, incluindo pessoal do Shin Bet, teria impedido de um “grande” ataque terrorista na segunda-feira, cujos detalhes foram colocados sob uma ordem de silêncio, relataram os canais 12 e 13.

No entanto, a Divisão de Gaza das Forças de Defesa de Israel (FDI) está em alerta máximo, e oficiais superiores disseram que a questão sobre outra operação na Faixa não é uma questão de se, mas de quando.

As FDI estão enviando também forças de segurança para a Judeia e Samaria e para perto da fronteira de Gaza, temendo uma escalada. A polícia aumentará sua vigilância em Jerusalém e impedirá a entrada de carros de leste a oeste da cidade.

No Aeroporto Ben Gurion, o tráfego de passageiros será interrompido hoje às 13h35 e retomado amanhã à noite, quando o primeiro avião irá descolar às 23h30 e a primeira aterrissagem está prevista para as 23h.

LEIA TAMBÉM

Além do reforço policial ​​para as orações na véspera do Yom Kipur na praça do Muro das Lamentações, o Comandante do Distrito de Jerusalém, Doron Turgeman decidiu, depois do ataque ocorrido na estação central da capital e também devido a informações sobre intenções de ataques, reforçar a segurança em toda a cidade.

A decisão se expressará no desdobramento de policiais, guardas de fronteira e voluntários, que poderão responder em um curto espaço de tempo a qualquer cenário possível, sendo as forças distribuídas por toda a cidade, com destaque para os locais com grande público.

Em cooperação com a Prefeitura de Jerusalém, a polícia vai implantar bloqueios nas estradas principais, incluindo Uzi Narkis Blvd., Haim Bar-Lev e Hebron Road, para evitar que veículos se movam dos bairros de Jerusalém Leste para o oeste da cidade.

A perseguição aos dois terroristas que fugiram da prisão de Gilboa continua e as operações estão sendo realizadas na região da Judeia e Samaria e na cidade de Jenin.

A fronteira com a Faixa de Gaza também está em alerta máximo devido ao lançamento de foguetes contra Israel. A Jihad Islâmica é a responsável pelo lançamento e, enquanto houver desdobramentos na perseguição dos prisioneiros fugitivos, a continuação dos disparos da Faixa de Gaza é um cenário muito provável, para o qual o Comando Sul está se preparando.

Fontes: Maariv e Hamodia
Foto: Captura de tela (Polícia de Israel)

2 thoughts on “Forças de segurança em alerta máximo em Yom Kipur

Fechado para comentários.