Hospitais israelenses prontos para tratar feridos de Beirute

Os hospitais Ziv, na cidade de Safed (Tzfat), e Rambam, em Haifa, disseram que estão prontos para tratar os feridos na explosão de Beirute.

A Cruz Vermelha libanesa anunciou que o número de mortos na explosão no porto de Beirute passa dos 100 e o número de feridos é superior a 4.000, enquanto suas equipes continuam as operações de busca e salvamento.

O Hospital Ziv, que cuida secretamente de pacientes em países hostis, como a Síria, há anos, e supostamente já atendeu mais de 5.000 pessoas desde 2013, disse que tem muita experiência nestes casos e está pronto para receber as vítimas da explosão em Beirute.

Ao mesmo tempo, o Dr. Masad Barhoum, diretor do Hospital Nahariya, no extremo norte do país, transmitiu uma mensagem em árabe durante uma entrevista na Rádio do Exército, oferecendo assistência às vítimas do desastre no Líbano.

“Nós apenas queremos oferecer ajuda a eles. Todos que vierem até nós receberão atenção e então, se Deus quiser, irão embora curados”, disse ele.

LEIA TAMBÉM

Na mesma linha, o Dr. Yitzhak Kreiss, diretor do Hospital Sheba, Tel Hashomer, nos arredores de Tel Aviv, também ofereceu assistência.

“Oferecemos toda a assistência médica necessária aos feridos no desastre da explosão no Líbano”, disse Kreiss à Rádio do Exército. “Somos obrigados a ajudar quem precisa de assistência, especialmente nossos vizinhos. Estamos prontos e preparados para qualquer missão que nos for dada”.

Foto: Crianças sírias tratadas no Hospital Ziv em Tzfat (2016)

One thought on “Hospitais israelenses prontos para tratar feridos de Beirute

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *