Irã acusa Israel de estar por trás do incidente nuclear

O chefe da Organização de Energia Atômica da Irã, Ali Akbar Salehi, chamou de grave o “incidente” na instalação nuclear de Natanz, atribuindo-o a Israel, como um ato de “terrorismo nuclear”.

O Irã, um dos principais patrocinadores do terrorismo no mundo, afirmou que o mau funcionamento em sua instalação nuclear em Natanz no início do domingo, que se acredita ser o resultado de um ataque cibernético israelense, foi um “ato terrorista” e que o Irã irá retaliar.

“Para frustrar os objetivos desse movimento terrorista, a República Islâmica do Irã continuará a melhorar seriamente a tecnologia nuclear por um lado e a aumentar as sanções opressivas por outro”, disse Ali Akbar Salehi, chefe da Organização de Energia Atômica da Irã, segundo a TV estatal.

Ele acrescentou que “ao mesmo tempo que condena esta medida desesperada, a República Islâmica do Irã enfatiza a necessidade de um confronto por parte dos organismos internacionais e da Agência Internacional de Energia Atômica contra este terrorismo nuclear”.

LEIA TAMBÉM

Um membro do parlamento do Irã disse no início do dia que era “altamente provável” que o dano tenha sido resultado de “sabotagem”, mas não entrou em detalhes, relatou site de notícias israelense N12.

Agências de inteligência ocidentais acreditam que o mau funcionamento foi causado por um ataque cibernético massivo com a intenção de desligar sistemas inteiros na instalação nuclear. Os danos foram supostamente substanciais e interromperam as operações da instalação, embora não tenha deixado vítimas.

Incidentes semelhantes, cibernéticos ou não, ocorreram no passado e foram atribuídos a Israel, embora o estado judeu mantenha uma ambiguidade estratégica sobre o assunto.

O chefe do Estado-Maior das IDF, Aviv Kochavi, em comunicado à imprensa, não abordou o incidente de Natanz diretamente, mas advertiu que Israel está “em guarda, com capacidade ofensiva aprimorada, que a qualquer momento está pronta para se transformar de um exercício em uma operação real”.

“Continuaremos a agir com poder e discrição, com determinação e responsabilidade, para garantir a segurança do Estado de Israel”, prometeu.

Fonte: Algemeiner

Foto: Tasnim News Agency, CC BY 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by/4.0>, via Wikimedia Commons. Presidente iraniano Hassan Rouhani e chefe da Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) Ali Akbar Salehi na Usina Nuclear de Bushehr, Janeiro de 2015.

One thought on “Irã acusa Israel de estar por trás do incidente nuclear

Fechado para comentários.