Israel aumenta cotas para moradores de Gaza

O governo israelense deve, neste domingo, aumentar o número de permissões para os habitantes de Gaza trabalharem em Israel em mais 8.000, chegando a um total de 20.000, disse o Ministério da Cooperação Regional.

Em sua reunião semanal, os ministros devem aprovar uma resolução do governo autorizando as permissões adicionais. A decisão ocorre no momento em que Israel busca reduzir as tensões com os palestinos antes do feriado do Ramadã.

A cota foi aumentada para 12.000 autorizações há apenas duas semanas. Uma autoridade israelense da área de segurança informou aos repórteres, na época, que o teto seria elevado em breve para 20.000 por iniciativa do ministro da Defesa, Benny Gantz.

O enviado do Catar para a Faixa de Gaza, Mohammad al-Emadi, que se reúne regularmente com autoridades israelenses e palestinas, disse à mídia de Gaza que Israel prometeu aumentar a cota para 30.000 autorizações.

Após a guerra de 11 dias, em maio de 2021, entre Israel e o Hamas, as autoridades israelenses impuseram sanções severas à Faixa de Gaza na tentativa de obter concessões do grupo terrorista. Os políticos prometeram que não haveria “voltar ao modo como as coisas eram” antes da guerra.

O Hamas e Israel conduziram negociações indiretas no Egito por vários meses, com enviados israelenses indo ao Cairo para discutir os termos para permitir a ajuda do Catar e relaxar as restrições na Faixa.

LEIA TAMBÉM

Outra questão importante na agenda foi uma potencial troca de prisioneiros entre os dois lados. O Hamas procurou garantir a libertação de muitos palestinos presos por terrorismo em troca da devolução de dois civis e os corpos de dois soldados israelenses sob sua custódia.

Quase um ano após a guerra, tanto uma troca de prisioneiros quanto um cessar-fogo de longo prazo entre Israel e grupos terroristas de Gaza ainda não se concretizaram. Mas Israel afrouxou algumas restrições a Gaza, como fornecer mais permissões de trabalho para os habitantes da Faixa, na tentativa de reduzir a tensão.

Em um discurso recente ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, o enviado da ONU para a região, Tor Wennesland, também observou que, em janeiro, as exportações de Gaza, que saem principalmente por passagens israelenses, subiram para seus níveis mais altos desde 2007.

“Este é o valor mensal mais alto registrado desde 2007 e se aproxima das taxas que existiam antes, bem como significativamente acima das taxas anteriores a maio de 2021”, disse Wennesland.

Fonte: The Times of Israel
Foto: Canva

One thought on “Israel aumenta cotas para moradores de Gaza

Fechado para comentários.