Israel sob ataque: mais de mil foguetes disparados de Gaza

Nas primeiras horas desta quarta-feira, o grupo terrorista Hamas lançou uma enorme quantidade de  foguetes no sul e centro de Israel, matando um homem e sua filha na cidade de Lod.

O prefeito de Lod, Yair Revivo, disse que os mortos eram membros da comunidade árabe. “Os mísseis do Hamas não diferenciam judeus de árabes”, disse Revivo.

Centenas de milhares de pessoas, de Tel Aviv a Beer Sheva, tiveram que correr para os abrigos antiaéreos.

De acordo com as Forças de Defesa de Israel (FDI), cerca de 1.050 foguetes e morteiros foram disparados da Faixa de Gaza em direção a Israel, 200 deles caíram dentro de Gaza.

O porta-voz das FDI, Hidai Zilberman, disse que o sistema de defesa aérea Iron Dome teve uma taxa de interceptação entre 85 e 90 por cento dos foguetes que se dirigiam para áreas povoadas

Em resposta, as FDI lançaram ataques contra mais de 500 alvos na Faixa de Gaza, direcionados ao pessoal, armamento e infraestrutura do Hamas, disse Zilberman.

Em Tel Aviv, um homem de 80 anos sofreu um aparente ataque cardíaco enquanto corria para um abrigo e encontrava-se em estado grave, disseram os médicos.

LEIA TAMBÉM

Outro míssil atingiu uma casa na cidade de Yehud, ao norte do Aeroporto Ben Gurion. Equipes de resgate disseram que a família que morava na casa foi salva pelo abrigo antiaéreo.

De acordo com o porta-voz das FDI, os israelenses que seguiram as instruções do Comando da Frente Interna e entraram em abrigos contra bombas não foram feridos nos ataques com foguetes e a maioria das vítimas em Israel foi de pessoas que não alcançaram ou não puderam chegar a um espaço protegido.

O Hamas alegou que o disparo de foguetes contra Israel foi em resposta à destruição de um prédio de nove andares da cidade de Gaza pelas FDI.

O Exército disse que o prédio abrigava escritórios do Hamas, incluindo o centro de inteligência do grupo, o comando da Cisjordânia e um departamento de propaganda. As IDF alertaram os habitantes do prédio para fugirem, várias horas antes do ataque.

As FDI  também disseram que mataram dois altos oficiais da inteligência do Hamas em um ataque direcionado.

“Em uma operação combinada entre as FDI e o serviço de segurança Shin Bet, eliminamos os principais agentes do sistema de inteligência militar do Hamas”, disse as FDI em um comunicado no início da manhã.

Os homens foram identificados como Hassan Kaogi, chefe do departamento de segurança da inteligência militar do Hamas, e seu vice, Wail Issa, chefe do departamento de contra-espionagem da inteligência militar. Issa seria irmão de Marwan Issa, o vice-comandante da ala militar do Hamas.

O porta-voz da FDI disse que os militares também têm como alvo as instalações de produção e armazenamento de foguetes do grupo, infraestrutura subterrânea e residências e escritórios da liderança do Hamas.

Embora os foguetes visem uma ampla faixa de Israel, de Beer Sheva à área de Sharon ao norte de Tel Aviv, já foram disparadps foguetes mais para o norte.

Grandes explosões foram ouvidas em toda a área enquanto os interceptores do Iron Dome derrubavam a maioria dos mísseis que se aproximavam. Os foguetes foram o segundo grande ataque à área de Tel Aviv em poucas horas.

Fonte: The Times of Israel
Foto: Yossi Aloni (Flash90)

2 thoughts on “Israel sob ataque: mais de mil foguetes disparados de Gaza

Fechado para comentários.