Lançada a pedra fundamental da “Cidade da Torá” no México

Foi lançada, perto da cidade de Ixtapan de la Sal, no México a pedra fundamental para uma “Cidade da Torá”, a primeira aldeia na América Latina a ser composta quase exclusivamente por judeus ultraortodoxos.

“A Cidade da Torá, como o próprio nome diz, será uma cidade com todos os serviços que requer, mas com a peculiaridade de que será feita para viver como um Judeu de acordo com a Torá. O projeto terá Midrash, Yeshivot, Kolelim, Tevilot e tudo que um judeu necessita para viver seu judaísmo intensamente. Também teremos belos jardins. Será um local muito seguro para todas as nossas crianças brincarem nas ruas, com total liberdade e tranquilidade. Haverá também um pavilhão desportivo, com piscinas para homens e mulheres, spa, ginásio e muito mais”, comentou o principal desenvolvedor do projeto, Moises Shemaria.

“Viemos para somar, para beneficiar todas as nossas comunidades. Tanto meus parceiros quanto eu atribuímos grande importância à Torá, sabemos o quão importante a Torá é no mundo e queremos que todos aqueles que dedicam suas vidas à Torá possam estudar em paz, com tranquilidade e acima de tudo sem problemas financeiros. Nós, aqui na cidade da Torá, poderemos oferecer casas com todas as facilidades de que eles precisam, a todas aquelas pessoas que dedicam seu tempo parcial ou totalmente à Torá. Esta será uma cidade da Torá e não apenas para o México”, acrescentou.

“Convidamos todos os nossos irmãos argentinos, venezuelanos, panamenhos, chilenos e toda a América Latina que queiram vir e serão recebidos com muito carinho”, concluiu.

O Rabino Yosi Tawil também expressou seu entusiasmo em ver a realização deste projeto e o desenvolvimento da comunidade culminar após 40 anos de planejamento urbano.

LEIA TAMBÉM

“O que estamos vivendo aqui hoje é uma virada histórica para toda a América Latina, o crescimento da Torá se manifestará com esta cidade da Torá para crescer o nome de Hashem. Aqui haverá muita Torá, muita amizade e uma união das comunidades Ashkenazi e Sefardi, com o único propósito de elevar a Torá”, comentou.

Também participaram do evento o arquiteto Roberto Elías, Osvaldo Gómez, representante do município de Ixtapan de la Sal e Abraham Mizrahi.

A vila, em construção perto de Ixtapan de la Sal, uma pequena cidade a cerca de 120 km a sudoeste da Cidade do México, começará com 40 casas e espera atrair 120 famílias até 2024, disseram seus incorporadores na cerimônia de lançamento do projeto.

Shemaria se referiu várias vezes em seu discurso ao alcance regional do projeto, dizendo que as primeiras 40 casas foram vendidas a compradores do México, Argentina e Venezuela. Ele acrescentou que os preços das casas variarão de US$ 120.000 a US$ 218.000.

O México é o lar de aproximadamente 40.000 judeus, de acordo com o demógrafo da Universidade Hebraica Sergio Della Pergola. Na Argentina, país com a maior população judaica da região, um projeto semelhante à Cidade da Torá havia sido planejado, mas nunca foi executado.

Fonte: ©EnlaceJudío