Ministério da Saúde recomenda vacinar grávidas

O Ministério da Saúde publicou uma declaração da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia de Israel recomendando que as vacinas sejam administradas a mulheres grávidas e lactantes interessadas em tomá-las, principalmente se tiverem fatores de risco COVID-19 e após consulta a seus médicos, bem como os casais em tratamentos de fertilidade.

O vice-diretor-geral do Ministério da Saúde, Itamar Grotto disse que a “única razão” pela qual não há recomendação geral para vacinar mulheres grávidas é que elas foram excluídas dos testes dos laboratórios das vacinas.

A Dra. Gili Regev-Yochay, chefe da Unidade de Epidemiologia de Doenças Infecciosas do Hospital Sheba, disse que ela também está encorajando mulheres grávidas a se vacinarem.“Para todas as mulheres grávidas que estão hesitantes em ir e tomar a vacina, eu pessoalmente a recomendo”, disse ela.

LEIA TAMBÉM

“Pegar COVID durante a gravidez é pior do que tomar uma vacina que não parece colocar as mulheres grávidas em risco”.